Meio Bit » Baú » Internet » Google Buzz no seu celular, quer dizer, no iPhone

Google Buzz no seu celular, quer dizer, no iPhone

12/02/2010 às 13:26


googlebuzz_3

Desde o anúncio do Google Buzz com transmissão ao vivo, eis o assunto da hora, do dia, da semana. Barulho não faltará por um bom tempo. Confesso que entrei esbaforida no serviço e fiquei deslumbrada. Passado o êxtase, me indaguei se não era mais uma rede social para roubar o tempo. Depois achei que era o caso de testá-lo comme il faut, no celular, afinal foi feito um estadardalhaço sobre seu uso para quem transita com seu aparelho conectado na web.

Sofri um tantinho para entender que o Galaxy Samsung, um dos primeiros aparelhos a vir com Android, não pode usar o tal do Google Buzz.

Motivo simples: o novo produto só funciona na versão 2.0 do sistema operacional do Google, leia-se Motorola Milestone, HTC Magic e Nexus One, e em iPhones. A culpa é de quem, perguntariam minhas filhas? No oráculo do século 21, uma possível resposta: somente quando os coreanos da Samsung atualizarem o firmware, pobres mortais donos de Galaxy Samsung poderão fazer buzzzzz em seus telefones.

Assim que pude resgatar o iPhone deixado em casa, pois o dia todo estivera com o tal Galaxy e o N97 nas mãos, lá fui abrir o kit Google. Ao entrar em minha conta de Gmail, apareceu o balãozinho colorido automaticamente.

IMG_1285 IMG_1291 IMG_1297

O grande atrativo do Buzz no celular é poder se beneficiar dos serviços que ele oferece de localização. Antes de fazer o primeiro comentário, lá vem a pergunta se você autoriza tornar público o seu local. É bom avisar que o Google Maps + iPhone funcionam por triangulação, ou seja, além do GPS, há também o contato com a operadora aos satélites. Isso ocasiona uma margem de erro não muito interessante, com falha na precisão de até 700 metros, algo impensável para quem quer o local exato e conseguir rotas do lugar onde se encontra.

IMG_1316

Mas você vai lá e aceita o local mais próximo ao seu. No Buzz, pressione o botão Nearby para checar o que seus amigos dizem. Enquanto isso, vai surgir na tela um aviso de quem o segue. Abra-a e decida se vai atrás desses novos contatos.

IMG_1319

O serviço vai carregar a sua lista de amigos e mostrar do lado esquerdo um ícone escrito Layers, as famosas camadas.

IMG_1328

No Layers, você encontra as opções Satellite, Traffic, Latitude e Buzz. Acione uma por uma para ter uma ideia do que acontece com a tela do seu iPhone.

IMG_1329

Em Latitude, você cai na tela dos seus amigos conectados nesse programa. Se eles estão há dias sem atualizar seus locais, perde a graça. Daí é preciso clicar em Map novamente e nos balões.

IMG_1323

Ao acioná-los, dá para ler o que os “buzzeiros” de plantão estão postando. Eu diria que o novo brinquedinho vale a pena para quem quer dicas ou simplesmente ler o que se diz por aí.

No computador, ele exerce uma função diferente: serve mais para postar vídeos, fotos e textos mais longos. No celular, ele é ideal para xeretar o que rola perto ou longe de você. Basta definir suas vontades de voyeur. Afinal Janela Indiscreta, filmada por Alfred Hitchcock, não fica a dever em nada ao burburinho que o Buzz vai causar por aí.

relacionados


Comentários