Meio Bit » Arquivos » Internet » Google Buzz transforma Gmail em rede social

Google Buzz transforma Gmail em rede social

10/02/2010 às 11:24

Havia um burburinho sobre uma possível novidade vinda dos confins do Google, focada em social media e com destino no Gmail. Ontem à tarde (horário de Brasília), as especulações tomaram forma, e foi anunciado o Google Buzz, uma iniciativa bem grandiosa da empresa numa área na qual, até agora, ela falhou, mundialmente falando – o orkut só vingou por aqui mesmo…

Comparar o Buzz com o orkut é um erro. Se é para equipará-lo a algo que já existe, esse algo é o FriendFeed, rede de lifestreaming curiosamente fundada por ex-funcionários do Google que trabalharam no Gmail. A finalidade do Buzz é compartilhamento. Embutido no Gmail, ele aparece como um link extra no menu lateral, abaixo da Inbox, e integra-se totalmente com o cliente, que possibilita comentários e atualizações diretamente da caixa de entrada.

1444417344-GoogleBuzzLogo68

A configuração do Buzz é automática. Ela “colhe” os contatos com os quais o usuário tem mais afinidade, e cria uma lista deles. Essa, por sua vez, é configurável, e o próprio sistema se encarrega de sugerir novas amizades. A exemplo do que acontece com o FriendFeed, o Buzz também aceita “links” de outras redes sociais. No produto do Google, o leque de opções ainda é limitado: Picasa, YouTube, Flickr e Twitter. APIs de escrita/leitura estão sendo providenciadas, e em breve farão a alegria dos desenvolvedores.

Um aspecto importante e que promete abalar o reinado do foursquare é a vertente móvel do Google Buzz. Com versão mobile, suporte a geolocalização e integração com a nova versão do Maps para dispositivos móveis, o Google Buzz no universo mobile promete ser revolucionário, abrindo de maneira ainda mais abrangente a interação entre pessoas em movimento e locais badalados de grandes centros.

A concorrência comentou a novidade vinda de Mountain View. De Microsoft a Yahoo!, até mesmo Paul Buchheit, criador do Gmail e co-fundador do FriendFeed, deu seu pitaco: “isso parece vagamente familiar…”. A Microsoft questionou se (mais) uma rede social, e ainda por cima atrelada ao e-mail, será bem recebida por “pessoas ocupadas”, e ressaltou que recurso semelhante e menos intrusivo está disponível no Hotmail/Windows Live desde 2008 – o que, goste ou não, é verdade. Já a Yahoo!, que possui um produto homônimo parecido com o Digg, ressaltou num e-mail que o Yahoo! Updates, a tentativa de rede social, possibilita algo parecido, e com bem mais sites e redes sociais que a concorrência.

Desses comentários, nota-se algo interessante: os competidos do Google já têm seus próprios serviços a la Buzz, mas eles são desconhecidos do grande público. Essa ânsia em dizer que “epa, isso não é novidade” denota certo descaso no que toca a promover de maneira eficiente essa parcela social e muitíssimo interessante das redes sociais. Precisou um novo player de peso entrar na arena para que providências fossem tomadas.

O Google Buzz, felizmente, dispensa convites. Imediatamente após o anúncio de ontem, o recurso começou a ser liberado nas contas do Gmail, gradativamente. Na minha ainda não apareceu ( 🙁 ), mas não deve demorar muito para que todos tenhamos o novo ícone do balãozinho colorido disponível.

relacionados


Comentários