Meio Bit » Arquivos » Games » Ubisoft: streaming poderá levar jogos a 5 bilhões de pessoas

Ubisoft: streaming poderá levar jogos a 5 bilhões de pessoas

De acordo com o CEO da Ubisoft, dentro de uma década o streaming poderá levar jogos a mais de cinco bilhões de pessoas. Estaria o Sr. Guillemot sendo muito otimista?

02/07/2018 às 14:35

O streaming será o futuro dos games. Esta frase pode soar como um grande absurdo para alguns, mas para pessoas como o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, dentro de uma década essa tecnologia poderá ampliar consideravelmente o número de pessoas com acesso a jogos eletrônicos. Veja o que ele disse em uma sessão de perguntas e respostas de um vídeo divulgado pela própria empresa:

O que estamos sonhando é uma tecnologia que nos permita transmitir nossos jogos para todas as TV, celulares e tablets no futuro, e isso nos permitirá dar a oportunidade para que todas as nossas marcas alcancem 2,5 bilhões de jogadores em cinco anos e talvez cinco bilhões em 10 anos.

A próxima grande coisa será a capacidade de fazermos o streaming dos nossos jogos para mais telas e a habilidade de usar todas as fazendas de servidores que estiverem num data center para então criarmos os jogos definitivos. Serão jogos muito responsivos a todas as ações que você fizer neles, lembrando o que você fez e antecipando as suas necessidades.

Recentemente Guillemot já havia causado um burburinho ao dizer que acredita que a próxima geração de consoles será a última e além de reforçar a sua opinião, o novo comentário chega junto com o rumor de que o Google estaria planejando lançar um console. Caso a história publicada pelo Kotaku se confirme, a ideia da empresa de Montain View seria justamente explorar o streaming, o que pelo menos na teoria poderia servir como um enorme incentivo à tecnologia.

Por outro lado, o mercado já mostrou que o streaming de jogos ainda pode estar muito longe de atingir um público significativo e mesmo uma empresa enorme como a Sony tem sofrido para emplacar o PlayStation Now. Inclusive dizem por aí que a fabricante estaria prestes a oferecer uma opção para os assinantes baixarem os jogos, fazendo com que o seu serviço de streaming passe a funcionar de maneira mais parecida com o Xbox Game Pass.

Se um dia veremos o streaming substituir a maneira tradicional de consumir jogos, sinceramente não sei. Porém, acho que seria muito bom se esse modelo de distribuição se espalhasse pelo mundo, pois acredito que ele realmente poderia permitir que um número maior de pessoas tivesse acesso aos games. Tudo bem que cinco bilhões parece um tanto exagerado, mas se algumas pessoas puderem jogar algo razoavelmente bem sem precisar investir na compra de um console, o streaming já terá cumprido o seu papel.

relacionados


Comentários