Meio Bit » Baú » Fotografia » A câmera mais cara do mundo

A câmera mais cara do mundo

29/01/2010 às 10:15

Hoje estamos acostumados com câmeras modernas, resolução gigante e recursos que tornam nossa vida confortável. De tão avançadas, para serem perfeitas só faltava fazer o cafezinho também. Junto com toda a modernidade e qualidade, uma coisa que também é bem avançada é o preço desses equipamentos. Se entrarmos na categoria de câmeras profissionais full frame ou das médio formato, o preço quase sempre é absurdamente alto. Mas, nada mais surpreendente do que descobrir que a câmera mais cara do mundo é feita de madeira, não possui megapixel nenhum e a lente é pouco mais do que um vidro sem qualidade.

Estamos falando de um Daguerreótipo, instrumento inventado por Jacques Mande Daguerre e que se tornou a primeira câmera fotográfica a registrar de maneira aceitável imagens através do uso da câmara escura. Daquerre foi o primeiro a se utilizar das descobertas de Joseph-Nicéphore Niépce sobre o uso de materiais sensíveis para o registro de imagens. A câmera é bem diferente do que temos contato hoje em dia. A imagem demorava de 10 a 20 minutos para se formar e em vez de uma película eram utilizadas chapas de cobre. Quando apresentou o seu invento para o governo francês em 1839 Daguerre aceitou doar a patente do processo, que se tornou de domínio público, em troca de uma pensão vitalícia do governo.

E agora, depois de mais de um século, um Daguerreótipo com assinatura de Jacques Mande Daguerre foi encontrado em uma coleção particular. O equipamento, considerado a câmera mais antiga do mundo, está sendo leiloada agora com um lance mínimo de 200 mil euros. Os donos estão confiantes que a câmera seja arrematada ao final por uma quantia em torno de 700 mil euros. Claro que o que está sendo vendido é o significado histórico, mas não deixa de ser a câmera mais cara do mundo.

daguerreótipo_2

relacionados


Comentários