Meio Bit » Baú » Games » Fallout 76 poderá ser um jogo de sobrevivência online (e mais)

Fallout 76 poderá ser um jogo de sobrevivência online (e mais)

De acordo com rumor, o Fallout 76 será um jogo de sobrevivência online no estilo do Rust e enquanto a informação não é confirmada, saiba o que já sabemos (ou especulamos) sobre o jogo.

01/06/2018 às 9:02

Após algum mistério, esta semana a Bethesda anunciou o novo capítulo da série Fallout e embora a maior parte das informações provavelmente ficaram reservadas para a E3, algumas pessoas estão utilizando o trailer divulgado pela empresa e informações colhidas com terceiros para tentar entender o que o Fallout 76 terá a nos oferecer.

Começando pelo ponto mais importante (e polêmico), o site Kotaku afirma ter ouvido de três pessoas ligadas a produção do jogo que dessa vez a desenvolvedora seguirá por um caminho bem diferente do que estamos acostumados. Se as informações que eles obtiveram estiverem corretas, o novo jogo irá pela mesma linha de títulos como Rust e DayZ, ou seja, nos colocando praticamente sem nada num enorme mundo aberto e nos obrigando a fazer o possível para sobreviver.

Falando assim pode não parecer muito diferente dos outros Fallouts, mas a diferença é que neste novo capítulo tudo aconteceria online. Segundo o rumor, o projeto iniciou como uma missão multiplayer para o Fallout 4, mas a ideia foi evoluindo ao longo dos anos até resultar no jogo que temos hoje. Foi dito também que o Fallout 76 ainda contará com uma missão principal e a possibilidade de construirmos bases.

A principio o cocneito me parece muito interessante, já que a ideia de dividirmos o mundo devastado da série com outras pessoas é algo que muitos sempre pediram e pelo jeito agora está perto de se tornar realidade. Como recentemente eu acabei me vendo preso a um jogo parecido, o Conan Exile, é difícil não adorar a possibilidade de ter um Fallout com estas características e por isso estou torcendo para a história se confirmar.

Ah! E só para colocar um pouco mais de lenha nesta fogueira, saiba que em dezembro passado um sujeito disse no 4Chan que um suposto Fallout 76 estava em produção e que ele seria um clone do Rust.

Deixando os rumores um pouco de lado e passando para algo mais concreto, acho que vale tentar explicar onde se situará este Fallout. De acordo com o universo da franquia, a vault 76 teria sido aberta apenas cerca 20 anos após os ataques nucleares que dizimaram os Estados Unidos. Isso é reforçado pela data mostrada no computador, 27 de outubro de 2102. Só como ponto de comparação, vale citar que no Fallout 3 e 4, os abrigos só foram abertos 200 anos após a guerra.

Isso quer dizer que aqueles que saíram do abrigo número 76 encontraram terras totalmente devastadas e foram os responsáveis por construir muitos dos acampamentos que vemos nos títulos anteriores. Isso também é indicado por uma frase dita pelo narrador do trailer, que em determinado momento afirma que “quando a luta terminar e a poeira radioativa assentar, vocês precisão reconstruir” — reforçando ainda a possibilidade deste ser um jogo de sobrevivência online.

Outra informação sobre a vault 76 pode ser vista em um dos muitos arquivos de texto encontrados no Fallout 3, que dizia que este abrigo era um dos 17 descritos como “controle”. Isso quer dizer que eles seriam abertos automaticamente duas décadas após a guerra, forçando os seus moradores a voltar para o mundo exterior e assim o seu sucesso ou fracasso poderia ser comparado com as outras vaults que permaneceriam fechadas.

Já em relação a o lugar em que o abrigo 76 está localizado, a música Take Me Home, Country Roads de John Denver, menciona algumas vezes a Virginia Ocidental e por isso algumas pessoas acreditam que a história se passará no estado localizado no centro-leste do país.

Vejamos então se durante a E3 a Bethesda revelará maiores informações sobre o jogo, como por exemplo a data em que ele será lançado, as plataformas em que estará disponível e é claro, se enfim teremos a possibilidade de jogar um Fallout na companhia de amigos.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários