Meio Bit » Baú » Games » Esposas de funcionários criticam Rockstar

Esposas de funcionários criticam Rockstar

12/01/2010 às 10:48

Ao colocar um jogo no console e passar algumas horas nos divertindo nos mundo criados por uma infinidade de profissionais, nos esquecemos da quantidade de trabalho que foi necessária para que ele chegasse em nossas casas.

Outro detalhe que muitas vezes não tomamos damos atenção é que trabalhar numa empresa que cria jogos pode não ser a maravilha que costumamos acreditar e uma carta enviada pelas esposas de funcionários da Rockstar San Diego (Midnight Club: Los Angeles e Red Dead Redemption) tenta alertar a indústria sobre o que vem acontecendo na produtora.

As mulheres reclamam das enormes quantidades de horas extras que os funcionários são obrigados a fazer, dos sábados perdidos, do aumento do nível de stress pelo qual eles vem passando e de como a qualidade dessas pessoas, incluindo os familiares, tem piorado.

As reclamações continuam com acusações de falta de respeito por parte de um novo gerente que costuma xingar os empregados e que os bônus foram reduzidos sem que um motivo tenha sido dado, a não ser a justificativa de que a empresa não tem dado lucro (para não citar o óbvio GTAIV, saiba que só a franquia Midnight Club já vendeu mais de 13 milhões de cópias no total).

O alto escalão da Rockstar ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas é difícil imaginar que uma reclamação dessas teria sido feita sem que houvessem sérios motivos e julgo extremamente revoltante saber que uma companhia tão grande trata seus funcionários de forma tão amadora.

dori_roc_11.01.10

[via Gamasutra]

relacionados


Comentários