Meio Bit » Baú » Hardware » E-readers são sensação na CES 2010

E-readers são sensação na CES 2010

07/01/2010 às 21:47

Você, leitor antenado do Meio Bit, já deve saber que estamos exatamente no meio da CES 2010, um dos maiores eventos voltados à informática e entretenimento digital do mundo. Até o momento, duas tendências mostraram-se bastante fortes por lá: televisores 3D e e-readers, os leitores de livros digitais.

Faz tempo que e-readers são considerados o próximo grande nicho a ser explorado, mas foi preciso, a exemplo do que o iPod representou para os players portáteis, que alguém revolucionasse no segmento para que a coisa toda alavancasse.

A Amazon conseguiu fazer um produto bom, fácil de usar e, o mais importante, popular. O Kindle, hoje, está na boca do povão, é um sucesso de vendas e as previsões são as mais otimistas – aliás, a partir de 19 de janeiro será possível comprar o Kindle DX em qualquer parte do mundo.

Quando um produto faz sucesso, o que a concorrência faz? Segue o exemplo. Já vimos o nook, da Barnes & Noble, e alguns modelos da Sony, um deles comentado pelo nosso amigo Nick Ellis. Agora, aproveitando o momento (leia-se a CES), e vendo nessa área oportunidades de lucro, outras empresas anunciaram seus próprios e-readers. Vários deles.

O mais interessante dessa nova e grande leva de dispositivos do tipo é que eles vêm tanto de empresas já estabelecidas, como Fujitsu e Samsung, quanto de novatas, como a Spring Design.

Conheça os novos combatentes da guerra dos e-readers:

spring-design-alex-reader-20100107

Esse é o Alex, da Spring Design. Traz duas telas, a exemplo do nook, e mostrou-se muito rápido (tem um vídeo no Engadget), segundo quem viu de perto. Vale destacar, também, que ele roda Android. Completa o pacote as opções padrões de conectividade (3G, EVDO/CDMA e WiFi). Tudo isso por US$ 399,00.

flepia-20100107

Acima vemos o FLEPia, da Fujitsu, já disponível no Japão desde maio (!), e com pretensões de viajar para o ocidente em 2010. Roda Windows CE, tem tela touchscreen resistiva de 8”, WiFi, Bluetooth e suporta até 40h de uso contínuo. Grande chamariz? A Fujitsu se gaba do fato do FLEPia ser o primeiro e-reader do mundo com e-paper colorido. A mesma tecnologia empregada no Kindle, que só consome energia nas transições de página, é empregada aqui. Só que, ao invés de preto e branco, temos 260 mil cores. Belo salto, hein? O único inconveniente é o preço: US$ 1.000,00 (no Japão).

2010-01-06e6page20100107

Esse é um dos dois brinquedinhos apresentados pela Samsung. Em dois tamanhos, os novos E-6 (tela de 6”, US$ 399,00) e E-10 (tela de 10”, US$ 699,00), ainda há poucos detalhes. De relevante, sabe-se que tem tela touchscreen, e existe uma parceria de conteúdo com o Google. De resto, o bom e velho “kit e-reader”: WiFi, Bluetooth, mas curiosamente nada de 3G.

dlinkebook-20100107

E esse é o da (acredite) D-Link. Está no mesmo pé dos modelos da Samsung: nada de 3G, conversas com livrarias e Google para distribuição de conteúdo, e WiFi, Bluetooth e bateria de longa duração garantidas. Poucas informações sobre o aparelho, mas mais um combatente na batalha.

Bônus!

msidualreader03-600head-20100107

A MSI chama de e-reader, mas isso é, na realidade, um belo netbook. E de duas telas! Traz processador da linha Atom Z, e Windows 7 Home Premium. São duas telas de 10” sensíveis ao toque, e é fácil imaginar muitas coisas legais que podem ser feitas com essa disposição de telas, especialmente em conjunto com o Aero Snap.

Fontes: Engadget, Tecnoblog e BetaNews.

relacionados


Comentários