Meio Bit » Baú » Indústria » Seesmic adquire Ping.fm

Seesmic adquire Ping.fm

05/01/2010 às 11:03

De todos os clientes para Twitter, talvez o Seesmic seja o mais ativo no momento. Desde a PDC 2009, quando a empresa apresentou, no palco, a versão WPF do seu cliente, ela lança novidade atrás de novidade, sempre melhorando o leque de produtos disponíveis e em busca de novas áreas.

A mais recente delas, segundo informa o CNET, é a aquisição do site Ping.fm, que permite atualizar microblogs e redes sociais, várias delas, ao mesmo tempo e a partir de um único local. Os detalhes do negócio, como valores e o destino do Ping não foram revelados. O que se sabe é que os co-fundadores do serviço comprado foram trabalhar no Seesmic, e que, estrategicamente, o negócio a beneficia bastante.

seesmic-pingfm Hoje o Seesmic só “conversa” com Twitter e Facebook. Muitos concorrentes vão além, e somados a essas duas redes, acrescentam suporte ao MySpace e LinkedIn. Só oferecer suporte não é o bastante; é preciso que ele exista, e que seja bom. Com todo o know-how adquirido ao lidar com múltiplas redes, o Ping.fm pode acrescentar bastante, a médio ou longo prazo, à experiência de uso do Seesmic.

É preciso notar que, embora o Ping.fm lide com uma grande variedade de serviços, essa interação é limitada a enviar atualizações. O site não permite acompanhar as atualizações dos seus contatos, e até por isso nunca chama a atenção quando o papo é cliente de Twitter/reeds sociais.

Outro ponto importante, que pode até diminuir a importância desse negócio, é a consolidação de poucas redes sociais populares. Há um, dois anos, tínhamos orkut, Plurk, Pownce, Jaiku, Gozub (morreu?), dentre outros. Hoje a fragmentação é bem menor, se dá, basicamente, entre Twitter e Facebook, e dá para conectar ambos sem o auxílio de sistemas externos, como é o caso do Ping.fm.

Novos desafios? Ou apenas um tiro na água do pessoal do Seesmic? Pelo ritmo forte de trabalho, e os sucessivos acertos nos últimos meses, não duvido nada que o aproveitamento do Ping.fm seja surpreendente. É esperar para ver.

relacionados


Comentários