Meio Bit » Baú » Fotografia » Casio Exilim EX-G1 - Prova de imagens

Casio Exilim EX-G1 - Prova de imagens

23/12/2009 às 18:04

Lembram da Casio Exilim EX-G1? É aquela câmera resistente a quase tudo e que apresenta um design futurista que alguns gostaram e outros odiaram. Eu fiquei impressionado com as funcionalidades do equipamento e já tinha declarado que só faltava ver a qualidade das imagens produzidas. Por uma estranha regra do destino, as câmeras dessa categoria costumam apresentar péssima qualidade de imagem.

Mas, agora temos uma prova prática com o equipamento. O Imaging Resource teve acesso a uma unidade e executou os costumeiros testes de qualidade com diferentes ISOs. Analisando as imagens em definição máxima disponíveis no site chegamos a triste conclusão de que a câmera segue a mesma norma de suas concorrentes. Com o ISO mínimo (64) a câmera possui bom desempenho de nitidez e uma ótima representação de cores. Porém, a partir do ISO 200 já encontramos uma quantidade absurda de ruído nas fotos. Em ISO 400 e 800 esse fator aumenta, mas o problema não chega a ser o ruído e sim o software interno da câmera que tem por objetivo limpar as fotos. Esse processamento interno não consegue eliminar o ruído e ao mesmo tempo destrói os detalhes da foto.

O absurdo aqui é que a câmera oferece o ISO 3200, que não serve para praticamente nada. Antes, tínhamos a quantidade de megapixels como fator mercadológico para atrair o consumidor. Como essa característica está estagnada, muitos fabricantes se empenham em melhorar a qualidade do sensor e oferecer ISOs cada vez mais elevados. Mas, o tamanho do sensor é um fator limitante para isso também. Oferecer ISO acima de 800 em um equipamento como esses é uma propaganda enganosa. A Casio Exilim EX-G1 pode ser encontrada no mercado por US$ 299,00.

Casio-Exilim-EX-G1

relacionados


Comentários