Meio Bit » Baú » Ciência » VSS Enterprise

VSS Enterprise

12/12/2009 às 16:04

Como o garoto de Galaxy Quest todo trekker sonha em descobrir que o futuro de Star Trek é verdadeiro, mas nunca ousamos acreditar que ele de desenrolaria diante de nossos olhos.

A exploração comercial do espaço cai no Paradoxo Tostines: é muito cara pois não há ninguém investindo e ninguém investe pois é muito cara. Acontece com todas as novas tecnologias. É preciso visionários com cojones e dinheiro para quebrar o ciclo de inação.

Richard Branson é um deles. O sujeito é O Tony Stark. Bilionário, playboy, que faz kite surfing com uma supermodelo pelada nas costas [NSFW] (namorada do fotógrafo!). Também é um aventureiro, fazendo viagens em balões, aviões experimentais, etc. Mais que isso, Branson é dono da Virgin, um conglomerado de empresas que vai de gravadoras a companhias de aviação.

Em 2004 a Scaled Composities, empresa de Burt Rutan ganhou o Prêmio X, ao criar a SpaceShipOne, espaçonave que atingiu a altitude requerida de 100 km, no limiar do espaço. O projeto foi bancado por Paul Allen, um dos fundadores da Microsoft.

Richard Branson se associou a Rutan, criando a Virgin Galactic. O objetivo era desenvolver a SpaceShipTwo e promover vôos comerciais ao espaço. Bem maior que a antecessora, a SS2 levará dois pilotos, seis passageiros e atingirá mais de 4.000 km/h. No apogeu de seu vôo parabólico os passageiros experimentarão cinco minutos de imponderabilidade (em termos leigos, gravidade zero).


Richard Branson e sua VSS Enterprise

A primeira nave de sua classe foi batizada de VSS (Virgin Space Ship) Enterprise. Foi apresentada ao público esta semana. Na linha de montagem temos a VSS Voyager. Burt Rutan estima um mercado de 40 a 50 naves, o que é apenas o começo da jornada.

Durante o ano de 2010 a VMS (Virgin MotherShip) Eve fará vôos de certificação levando a Enterprise, os vôos comerciais começarão em 2011. A base de lançamento será o Espaçoporto América, em construção no Novo México.

No vídeo abaixo Branson fala sobre o projeto, mostra em que pé estão as naves e demonstra como serão os vôos.

Com certeza seria um convite pra ação de mídias sociais que eu aceitaria na hora.

relacionados


Comentários