Meio Bit » Baú » Engenharia » Thanks Ecochatos! Caças alemães proibidos de voar por excesso de biocombustível

Thanks Ecochatos! Caças alemães proibidos de voar por excesso de biocombustível

Quem diria, a outrora poderosa Luftwaffe sofreu um belo baque. Todos os caças Tornado de uma base foram tirados de operação: no fogo de querer ser ecologicamente correto, exageraram e colocaram biodiesel demais na mistura…

19/02/2018 às 22:30

1200px-messerschmitt_me_262_050606-f-1234p-055

Em 1944 foi tornado operacional o Me 262, o primeiro jato de combate. Duas vezes mais rápido que qualquer coisa que os aliados tinham voando, deu bastante trabalho, mas seu alto custo e pouco número não permitiram que ele mudasse o desfecho da guerra. Originalmente ele usava J2, um combustível derivado de carvão, mas como todo motor turbojato, depois de acionado ele queima qualquer coisa, inclusive gasolina, combustíveis sintéticos, diesel e óleos vegetais.

Tecnicamente o Me 262 era um avião ecologicamente correto e sustentável…

Por algum motivo isso caiu no esquecimento, e a Alemanha jura que só agora tem aviões usando combustíveis sustentáveis, uma tendência que copiaram dos EUA. O racional é que ao utilizar biocombustíveis, se livram da dependência externa de petróleo. De novo, não é novidade: as bombas voadoras V1 usavam álcool como combustível, só não deram certo porque Hitler insistia em atacar cedo pela manhã e as bombas só pegavam no tranco, e era difícil achar posto.

A Força Aérea dos EUA chegou a voar um A-10 100% abastecido com óleo vegetal, e tinham esperança de em 2016 pelo menos 50% dos 2,6 bilhões de galões de combustível usados viessem de fontes renováveis, problema é que o litro de combustível normal pra eles custa US$ 3,50. O litro de biocombustível era US$ 27,00.

Outro problema é a performance: combustíveis diferentes oferecem performances diferentes, e motores de alto desempenho precisam de misturas precisas, ou todos os cálculos vão pela janela. Foi o que aconteceu na base aérea em Schleswig-Holstein, na Alemanha.

Alguém se confundiu, errou na mistura e colocou biodiesel demais nos tanques. Isso afetou a mistura e tornou os aviões impróprios pra vôo. Agora vão ter que passar uma semana no chão, enquanto os coitados da manutenção esvaziam e limpam todos os tanques de combustível.

Pelo visto ainda não acharam a caveira de burro enterrada debaixo Reichstag, somando essa à notícia de que todos os U-Boats estão no estaleiro e o Brasil tem mais submarinos operacionais que a Alemanha, não está sendo um bom ano pros nossos queridos chucrutes.

Fonte: Frankfurter Allgemeine.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários