Meio Bit » Baú » Indústria » Diretor da Mozilla sugere trocar Google pelo Bing

Diretor da Mozilla sugere trocar Google pelo Bing

11/12/2009 às 8:53

Parece que a relação entre Mozilla e Google, que já foi muito boa, aos poucos está minguando. E não é de hoje. O último atrito entre as duas companhias apareceu no blog pessoal de Asa Dotzler, diretor da comunidade de desenvolvimento da Mozilla. Ele reagiu às declarações do CEO do Google, Eric Schmidt, em relação à privacidade. Dentre outras coisas, Schmidt disse:

“Eu acredito que julgamentos contam. Se você tem algo que não queira que ninguém mais saiba, talvez você não deveria estar fazendo isso, pra começar.”

Em seu post, Dotzler recomenda que usuários troquem o Google pelo Bing, buscador da Microsoft que, segundo ele, pelo menos em termos de privacidade, é melhor. Inclusive cita o add-on para conseguir tal feito.

É bem verdade que, em solo americano, tanto Google quanto Microsoft precisam respeitar as leis de privacidade vigentes, mas pelo discurso de Schmidt, parece que o Google não se posiciona a favor de que é mais preocupado com essa questão. Por outro lado, a Microsoft, que já tem um longo histórico em lidar com a privacidade do usuário, tem mais capacidade de encarar situações delicadas que porventura apareçam por lá.

A intenção de Dotzler não é dizer “hey, vamos todos migrar para o Bing!”; ele, aparentemente, apenas quer conscientizar as pessoas de que, afinal, existe vida além do Google.

Interessa notar que Mozilla e Google têm um histórico de amor e ódio. Cerca de 97% do faturamento da Mozilla vem do buscador de Mountain View, que é o padrão no Firefox, e também a página inicial padrão. Isso, por si só, já inviabiliza uma mudança abrupta do Google para o Bing. Recentemente, esse contrato/parceria foi estendido até 2011.

Apesar dessa relação comercial saudável, nos últimos meses as duas andaram se bicando. Em setembro de 2008, com o lançamento do Chrome, navegador do Google, houve muita especulação acerca do que aconteceria com a parceria. Mais recentemente, e outubro deste ano, a Mozilla demonstrou preocupação com o projeto Chrome Frame, que substitui o motor Trident, do Internet Explorer, pelo WebKit, do Chrome.

Os próximos capítulos dessa novela prometem ser dramáticos. O bom disso tudo é que, com disputas em várias áreas (navegadores, buscadores), o usuário é quem se beneficia.

Fonte: Ars Techcnica.

relacionados


Comentários