Meio Bit » Baú » Internet » Novas opções de privacidade no Facebook

Novas opções de privacidade no Facebook

10/12/2009 às 8:40

Ontem finalmente as novas configurações de privacidade do Facebook, em desenvolvimento há meses, começaram a ser liberadas. A privacidade da rede, sempre bastante elogiada mas, ao mesmo tempo, um tanto confusa para novatos, foi protagonista de uma grande reformulação, que, infelizmente, não saiu como todos esperavam – e dessa vez nem se trata de birra dos eternamente insatisfeitos.

Agora, ao entrar no Facebook, o usuário é brindado com uma tela avisando do novo sistema de privacidade, como essa abaixo:

privacidade-facebook-20091210

Clicando no botão Continue to Next Step >, ele é levado à nova página de configurações página de transição, que, realmente, é bem simples, embora traga alguns detalhes confusos. A nova página de opções de privacidade, completa, encontra-se aqui (valeu, [email protected]!).

Os itens possuem apenas duas opções: Everyone, que mostra o dado em questão para todos, amigos ou não, Friends of Friends, que vai até os amigos dos seus amigos, Friends, apenas seus amigos, e Old Settings, comum a todos os grupos, que restringe o dado apenas a amigos. Além disso, não é possível filtrar opções por tipo de post, o que deixa o usuário numa situação extrema: ou compartilha tudo com todos, ou compartilho tudo com apenas seus amigos. Também não é permitido filtrar seus próprios amigos, através de listas (afinal, para alguma coisa elas têm que servir).

privacidade-opcoes-facebook-20091210

É bem verdade que, abaixo do campo de postagem, há um cadeado para definir a privacidade daquele item em particular, mas e o conteúdo antigo? Ter que ficar decidindo esse detalhe toda vez, sem uma maneira inteligente e automatizada (que existia antes) também não é a coisa mais agradável do mundo.

privacidade-post-facebook-20091210

E não é preciso esforçar-se muito para descobrir a real razão dessas mudanças estranhas. De rede social segura, o Facebook aos poucos, e não é de hoje, tenta penetrar no campo do Twitter, da informação em tempo real, da busca volumosa de dados recentes. Com todo mundo protegendo seus dados de buscadores e do próprio Facebook, fica simplesmente impossível atingir esse objetivo. As mudanças na privacidade são, afinal, lobos em peles de cordeiro: visam tornar o conteúdo gerado na rede público, e para forçar o usuário a isso, colocaram regras nojentas de privacidade.

As novidades foram recebidas com duras críticas por praticamente todos os blogs internacionais de social media. O TechCrunch chamou as novas opções de privacidade de “fiasco”; o Download Squad, que o novo sistema “é pouco intuitivo”. Nos comentários desses e de outros posts, o sentimento de revolta é generalizado.

Com 350 milhões de usuários, o Facebook é a maior rede social do mundo atualmente. Resta saber se essas mudanças, que à primeira vista parecem tão ruins, terão algum impacto nesses números. Afinal, é como o orkut aqui: todo mundo reclama, mas no fim, acaba por continuar usando – nem que seja só para jogar FarmVille.

relacionados


Comentários