Meio Bit » Baú » Fotografia » As 10 câmeras mais inovadoras de 2009

As 10 câmeras mais inovadoras de 2009

08/12/2009 às 23:46

Fim de ano é tempo de balanço e você que gosta de câmeras fotográficas e tecnologia vai ver muito disso pela internet. A CNET Asia foi uma das primeiras a lançar a lista de câmeras mais importantes de 2009, do ponto de vista do desenvolvimento da tecnologia, é claro. Segundo o site, e eu concordo inteiramente com eles, o ano de 2009 foi muito importante para o desenvolvimento da tecnologia fotográfica. Foi o ano do amadurecimento da tecnologia micro-quatro-terços e foi o ano em que os fabricantes se preocuparam muito mais com a qualidade do sensor fotográfico, e não apenas com a quantidade de megapixels. Veja abaixo a lista da CNET Asia com os 10 principais modelos desse ano.

1º – Olpympus EP-1 – primeira representante da linha micro-quatro-terços lançada pela Olympus, a câmera foi escolhida por conta de seu design, qualidade de imagem e todos os recursos extras, como os filtros artísticos e a capacidade de fazer fotos em RAW;

2º – Fuji Finepix F200EXR – Aqui a escolha foi por conta do desenvolvimento do Super CCD EXR que permite um avanço na qualidade das fotos em situações com pouca iluminação e as formas diferentes de trabalhar do sensor dependendo da iluminação disponível;

3º – Canon Powershot S90 – câmera pequena, mas que trás uma lista de funcionalidades impressionante. Grande angular de 28mm, abertura máxima de diafragma em f/2.0, sensor de 1/1,7 polegadas, estabilizador ótico de imagem e capacidade de fazer fotos em RAW. Realmente impressionante;

4º – Ricoh GXR – a Ricoh levou a idéia de sistema intercambiável de lentes para um novo patamar. Agora é possível trocar a lente e o sensor da câmera para se adaptar a situações específicas. Se vai ser uma duradoura no mundo da fotografia já é uma outra história;

5º – Samsung ST 550 – a idéia de lançar uma câmera com dois visores LCD pode parecer esquisita, mas a Samsung encarou o desafio e está colhendo os frutos. A ST 550 está vendendo bem e teve uma campanha de marketing muito bacana. Porém, ela é sempre lembrada pelo sistema duplo de LCD e não pela qualidade de imagem;

6º – Panasonic Lumix DMC-GF1 – foi só a Olympus colocar no mercado a EP-1, a Panasonic se moveu e lançou seu modelo compacto dentro do sistema micro-quatro-terços. A câmera trás várias funcionalidades que não existem na concorrente, como flash incorporado e view finder eletrônico, e uma melhor qualidade dos arquivos RAW. Mas, como a lista é pautada pela inovação tecnológica, ela se encontra aqui em sexto lugar;

7º – Fuji Finepix Real 3D W1 – primeira câmera do mundo a executar fotos em 3D se utilizando de seu sistema de lentes duplas. Infelizmente o resultado só pode ser conferido no visor da câmera ou no porta-retrato digital especial vendido pela Fuji. Também é possível imprimir a foto com esse efeito em uma impressora especial. Eu já vi o resultado e é impressionante;

8º – Sony Cybershot DSC-TX1 – essa câmera foi uma das primeiras da Sony a se utilizar do novo sensor CMOS Exmor R, ou como são conhecidos geralmente, os sensores CMOS retroiluminados. A arquitetura desse sensor foi totalmente remodelada, permitindo que sensores CMOS fossem utilizados em câmeras compactas com uma boa qualidade de imagem;

9º – Nikon Coolpix S1000pj – Já que o assunto é inovação tecnológica, nada melhor do que lembrar da primeira câmera do mundo a trazer acoplado ao seu corpo um projetor multimídia. Embora não tenha muita potência, a projeção é suficiente para se tornar um bom entretenimento familiar;

10º – Leica X1 – essa é para quem tem muita grana para gastar em qualidade de imagem. Para mim esse é o lançamento mais corajoso do ano. Uma câmera compacta com lente fixa e se utilizando de um sensor APS-C. A Sigma já fez isso? Sim, mas essa é uma Leica. Temos que prestar atenção.

Essa lista completa com todas as considerações dos editores da CNET podem ser encontrados aqui.

relacionados


Comentários