Meio Bit » Baú » Games » Demissões na Capcom Vancouver poderão afetar série Dead Rising

Demissões na Capcom Vancouver poderão afetar série Dead Rising

Após a Capcom Vancouver demitir 30% de seus funcionários, relatos afirmam que o estúdio cancelou o desenvolvimento de um jogo que nem tinha sido revelado e que o próximo Dead Rising poderá ser afetado.

07/02/2018 às 8:30

E enquanto a Capcom colhe os louros pelo enorme (e merecido) sucesso alcançado pelo Monster Hunter: World, uma notícia veio para preocupar os fãs de outra poderosa franquia da empresa, a Dead Rising. Desenvolvido pelo estúdio localizado na cidade de Vancouver, o problema estaria na onda de demissões que atingiu a desenvolvedora recentemente.

Conforme explicou um funcionário da editora, a Capcom Vancouver precisou passar por uma reformulação e isso resultou no desligamento de 30% das pessoas que trabalhavam por lá. Especula-se então que com isso alguns projetos que estavam sendo desenvolvidos no estúdio teriam sido afetados, entre eles o próximo Dead Rising. Embora a empresa não confirme tal informação, o rumor é de que o tamanho do jogo precisará ser diminuído, o que não necessariamente chega a ser ruim, mas já é o suficiente para acender o alerta em alguns jogadores.

Além disso, pessoas que foram demitidas afirmam que com as demissões veio também o cancelamento de um jogo que ainda nem tinha sido revelado ao público. Tal prática é relativamente comum na indústria, mas dificilmente chega ao conhecimento do público. Fica então a curiosidade sobre o que eles estavam criando e talvez daqui há alguns anos essa informação acabe sendo revelada.

Nascida como Blue Castle Games, a desenvolvedora mudou de nome para Capcom Vancouver em 2010, quando foi adquirida pela companhia japonesa após trabalhar na criação do Dead Rising 2. Desde então o estúdio passou a se dedicar quase que exclusivamente à franquia de zumbis, mas no ano passado lançou para dispositivos mobile o Puzzle Fighter. Segundo a desenvolvedora, o suporte a esse título continuará normalmente.

Eu não sei se os experimentei num momento em que não estava aberto para algo no estilo ou se o tipo do jogo simplesmente não me agradou, mas a verdade é que nunca fui muito fã do Dead Rising. Mesmo assim, não sou louco de ignorar a sua importância para a Capcom e se essas demissões realmente atrapalharem o desenvolvimento de um novo capítulo, será algo lamentável. Tomara que tanto o estúdio quanto os seus ex-funcionários consigam dar a volta por cima.

Fonte: GameInformer.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários