Meio Bit » Baú » Engenharia » China pode estar prestes a testar uma railgun

China pode estar prestes a testar uma railgun

É hora da gente começar a aprender chinês. Mais e mais eles estão deixando os EUA para trás. Agora a China apareceu com uma railgun em um navio, uma configuração claramente de testes, o que os colocam alguns anos adiante da concorrência.

05/02/2018 às 19:24

du4lnyqvqaaplkn

Antigamente o mundo era mais simples: ocultar segredos militares era questão de montar suas bases no interior do país ou, no caso da Marinha, manter os bisbilhoteiros longe. Hoje qualquer um tem celular com câmera, e a China não pode mais se dar ao luxo de ser totalmente fechada. Como resultado um monte de indiscrições acabam vazando, como a foto acima.

É o HAIYANGSHAN 936, um navio de desembarque, e não, não foi uma família de brasileiros que fez um puxadinho na proa. É apenas uma forma cômica de esconder o que é basicamente um canhão:

du4loplvoaadvha

Só que não faz sentido um canhão desse tamanho em um navio de desembarque. A estrutura sequer aguentaria absorver a energia do recuo. E é o tipo de arma que seria usada para ataque a alvos em terra, com o navio a uma boa distância, portanto nada de desembarque.

A explicação está nos equipamentos instalados atrás da torre:

du7yhaqxuai7qey

Aparentemente são geradores e grupos de supercapacitores, que armazenam a quantidade boçal de energia que precisa ser descarregada em um pentelhonésimo de segundo para alimentar os magnetos e acelerar o projétil a velocidades hipersônicas.

Os EUA vem testando railguns faz tempo e aparentemente pisaram no freio por causa do custo. A China não liga pra essas coisas, e pelo visto estão bem mais avançados. Agora os americanos que se ralem pra desenvolver tecnologia pra deter projéteis viajando a Mach 7.


AiirSource Military — U.S. Military's Electromagnetic Railgun Fires Projectile At 4,500mph

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários