Meio Bit » Baú » Games » Valve poderia ter feito uma parceria com a Nintendo

Valve poderia ter feito uma parceria com a Nintendo

Filho de Gabe Newell revela que a Valve esteve perto de fazer uma parceria com a Nintendo e só podemos imaginar o que poderia ter surgido desta aproximação.

01/02/2018 às 8:31

switch-portal

Esta semana a indústria de games foi sacudida com a possibilidade (ainda que em forma de rumor) da Microsoft fazer uma grande aquisição. Entre as empresas em que a Gigante de Redmond estaria interessada apareceu a Valve, um negócio que muitos consideram pouquíssimo provável e tantos outros torcem para nunca acontecer.

O que nem todos sabiam é que em determinado momento a criadora do Steam cogitou fazer uma parceria com outra fabricante de consoles, para ser mais preciso, a Nintendo. Quem revelou a história foi Grey Newell, filho do fundador da Valve e um dos principais nomes por trás da companhia. Ao participar de uma conversa com o pessoal do Valve News Network, ele disse:

Meu pai se encontrou com ele para fazer alguma parceria… um projeto. Acho que foi sobre o Wii e acabou não acontecendo, mas nós paramos no Japão […] Isso foi há provavelmente sete anos, foi super casual.

O comentário aconteceu após o rapaz ser questionado sobre as celebridades com quem ele já havia se encontrado e a pessoa a quem Grey Newell se refere é Shigeru Miyamoto, o lendário game designer que na época teria lhe dado a oportunidade de jogar alguns minutos de Super Mario Galaxy com ele.

O que não ficou muito claro na história do filho de Gabe Newell é que tipo de parceria poderia ter surgido dessa aproximação. O mais provável é que não se tratasse de uma compra, mas sim da adaptação de alguns jogos da Valve para o videogame da Nintendo.

Mesmo claramente tendo os computadores como seu principal alvo, a Valve levou tanto o Orange Box quanto a série Left 4 Dead para os consoles e mesmo bem antes disso o primeiro Half-Life já havia aparecido no Dreamcast e no PlayStation 2. A grande dúvida é se os jogos da desenvolvedora teriam obtido sucesso numa plataforma que com o tempo praticamente se tornou sinônimo de um público mais casual.

Porém, o mais fascinante nessa história é imaginarmos as muitas possibilidades que poderiam ter surgido desta parceria. Já pensou se as empresas se aproximassem mais e hoje estivéssemos falando de um Nintendo Switch que funcionasse como uma Steam Machine?

Fonte: Nintendo Everything.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários