Meio Bit » Baú » Games » Os betas do MAG e BF: Bad Company 2

Os betas do MAG e BF: Bad Company 2

24/11/2009 às 12:45

Costumo dizer que nesta geração eu não aproveito meus jogos plenamente, isso porque praticamente todos eles possuem opção para multiplayer online e costumo não gostar muito deles. O motivo seria a grande dedicação que esse modo demanda e no final das contas acabo só terminando o jogo e o encostando.

Mesmo assim consegui códigos para participar da fase de testes de dois dos mais aguardados games de 2010, o Battlefield: Bad Company 2 e o MAG e gostaria de falar um pouco sobre o que achei deles e aproveitar para indicar dois vídeo que mostram um pouco da jogabilidade de ambos.

dori_bet_24.11.09

Para começar, preciso revelar minha surpresa com o jogo da Electronic Arts. Eu cheguei a comprar o primeiro Bad Company para o PS3, mas como achei a jogabilidade muito imprecisa, acabei trocando e não tinha a menor expectativa em relação a continuação.

Após entrar numa partida, percebi que minha maior reclamação em relação ao anterior havia sido resolvida. Os controles funcionam muito bem e logo estava conseguindo acertar os adversários. Graficamente o jogo está bonito, porém, fiquei com a sensação de que nesse aqui eles estão mais serrilhados. A parte sonora é um show a parte, com ótimos efeitos para os tiros e explosões.

O que chama a atenção em BC2 são os imensos cenários, permitindo que os times tracem estratégias mais elaboradas e o uso de veículos se torna imprescindível. Outra característica que retorna são as construções destruíveis, algo que deixa as disputas mais realistas e perigosas.

Posso dizer que o game me prendeu imediatamente e mesmo oferecendo apenas um mapa, disputei várias partidas e não consegui enjoar, muito provavelmente por causa do seu tamanho e desenho que permite sempre estarmos no meio dos confrontos.

Passando para o MAG, aqui não pude deixar de me decepcionar, não porque estivesse ansioso em relação a ele, mas porque depois de ouvir tão alarde por parte da Sony, esperava um jogo melhor acabado.

É verdade que joguei uma versão beta, mas graficamente o jogo está muito aquém de outras produções do PS3, como o Killzone 2 ou o Call of Duty 4. As texturas possuem baixa resolução, os cenários carecem de inspiração, os efeitos de iluminação são simplórios e os mapas nem de longe possuem o tamanho do visto no Bad Company 2, por exemplo.

Como a Sony havia prometido partidas com até 256 jogadores, entrei achando que veria o caos, com explosões, veículos e tiros para todos os lados, ledo engano. Pelo menos por enquanto, o máximo permitido são 32 jogadores em cada time, sendo que até três deles lutam ao mesmo tempo, portanto, longe do prometido. Não sei dizer se é limitação do beta ou se o número mágico aparecerá apenas em alguns modos, mas não deixa de ser frustrante.

Quanto a jogabilidade, não percebi nada de mais. Um multiplayer de ação típico e na verdade bastante parecido com a série Socom, muito provavelmente por estar sendo criado pela Zipper Interactive, a mesma desenvolvedora da série que nasceu no PS2.

Espero sinceramente estar enganado e queimar minha língua quando o jogo for lançado, já em 26 de janeiro de 2010, mas o fato é que a versão de teste não me agradou e se fosse para apostar em um dos dois baseando-me no que joguei, sem dúvida optaria pelo Battlefield: Bad Company 2.

relacionados


Comentários