Meio Bit » Arquivos » Demais assuntos » Quem diria: Apple não gosta de passivos (ao menos fumantes)

Quem diria: Apple não gosta de passivos (ao menos fumantes)

21/11/2009 às 20:07

O Consumerist relata vários casos onde consumidores tiveram o reparo de seus computadores negado pela Apple, mesmo estando dentro da garantia. A alegação é que os computadores foram usados em ambiente frequentados por fumantes, e por isso estariam contaminados.

Nicotina está listada como substância perigosa, e a Apple não quer expor seus funcionários aos "riscos de saúde do fumo passivo".

Eu venho de família de fumantes. Não fumo, nunca fumei, não gosto de cigarro (nem dos caretas nem dos modernos) e odeio voltar da night com roupa fedendo. Namorar fumantes é complicado, até na questão logística, muitos hotéis são 100% não-fumantes.

Dito isso, sempre convivi bem com fumantes. Não acendendo cigarro durante o almoço, tá tranquilo. Não fico fazendo discursinho "cigarro mata", e meus amigos fumantes em troca vão naturalmente fumar em lugares abertos. Convivência pacífica. O que não me impede de dizer que é verdade, computador de fumante inveterado é uma nojeira só. Gabinetes amarelo-alcatrão, teclados queimados, Drives ópticos dando pau constantemente e ventoinhas em petição de miséria.

Eu aceito que a Apple cobre um extra para limpar um computador assim. Eu aceito que a Apple não tope consertar drive de DVD por estar cheia de alcatrão, piche, ou uma das tais 1200 substâncias cancerígenas do cigarro (ou pior, a substância que causa paumolescência, segundo algumas embalagens).

O que não dá é aceitar um piti de "não vou consertar para não contaminar meus queridos, frágeis, únicos floquinhos de neve, técnicos de manutenção". Quem abre computadores profissionalmente já encontrou coisa MUITO pior do que poeira enfumaçada. Bolas, para isso que inventaram luvas, máscaras e óculos de proteção.

relacionados


Comentários