Meio Bit » Baú » Games » Jogos ajudam exército norte-americano

Jogos ajudam exército norte-americano

20/11/2009 às 6:33

O site do Washington Examiner publicou um artigo onde é discutido o papel dos jogos eletrônicos no recrutamento de novos soldados para o exército norte-americano. Citando o sucesso alcançado pelo CoD: Modern Warfare 2, o texto faz uma comparação dizendo que apenas 70 mil jovens se alistaram nas forças armadas no último ano, enquanto que 4.7 milhões deles jogaram o game no lançamento.

Não tão popular quanto o jogo da Infinity Ward, a série America's Army, desenvolvida pelo exército daquele país, é apontada como uma ótima forma de atrair os jovens para o serviço militar. A prova estaria em uma pesquisa realizada pelo MIT, onde o resultado mostrou que “30% dos americanos entre 16 e 24 anos passaram a ter uma impressão positiva do exército por causa do jogo e o mais fantástico, que o game teve impacto em recrutar pessoas que todas as outras formas de publicidade usadas pela instituição.”

dori_aa3_19.11.09 Mas as vantagens dos games para as forças armadas vão ainda mais longe. Com eles é possível treinar soldados em mundos virtuais, além de ensiná-los a comandar robôs através de controle parecido com o do Xbox e até tratar transtorno de estresse pós-traumático ocorrido após as batalhas.

Contudo, nem tudo são flores e um coronel da força aérea acredita que a geração gamer possui mais dificuldade em diferenciar o que acontece em uma guerra real do que é visto em um jogo.

[via GamePolitics]

relacionados


Comentários