Meio Bit » Baú » Miscelâneas » E-book mais caro que livro impresso

E-book mais caro que livro impresso

10/11/2009 às 12:52

Durante muito tempo, o e-book “clássico”, aquele em PDF distribuído por aí, foi tido como o futuro matador do papel. Um mundo mais verde, com mais árvores de pé e menos papel servindo para propagar conhecimento e contar estórias, assim era a visão futurista. Tão futurista que, até hoje, soa utópica.

Aí veio a Amazon, lançou o Kindle, e, hey!, existe uma luz no fim do túnel! Facilitar a compra e recebimento de livros e ter um gadget para leitura que não destrua seus olhos após uma hora de uso (já tentou ler e-book num LCD convencional? Pior: num CRT!?) foram algumas das sacadas geniais da Amazon, do tipo que, depois que criadas e postas em prática, fazem a concorrência se lamentar, no melhor estilo “por que não fizemos isso antes?”.

O modelo do Kindle é interessante, pois além de todas essas vantagens (e algumas desvantagens em potencial, é verdade), existe outra, que mexe diretamente com a parte mais sensível da anatomia humana (o bolso): livros mais baratos.

Pegando um exemplo aleatório na Amazon, temos a versão hardcover (capa dura) por U$ 19,99, e o e-book para Kindle por U$ 11,99. Desconto bacana, afinal, a versão virtual é livre de uma série de custos inerentes à versão impressa. Papel, gráfica, distribuição, estocagem… Qualquer um, ainda que desconheça as minúcias do comércio, sabe que um livro “de verdade”, impresso em papel e tudo mais, tem custo de produção maior que um arquivo digital.

Mas parece que tamanha obviedade não é reparada por todos – propositadamente ou não. O blog da editora virtual Plus encontrou e publicou um Epic FAIL cometido pela Ediouro. A editora anunciou, com grande alarde, o lançamento do novo livro de Rubem Fonseca, O Seminarista, em formato convencional (impresso), iPhone e Kindle! Uaucomosomosmodernos, né? O problema; na realidade, os problemas, são que a versão para iPhone ninguém viu, ninguém conhece, e a do Kindle custa… o mesmo da versão impressa: R$ 36,90.

o-seminarista-kindle-20091110

Calma que ainda piora. No Submarino, o livro (impresso) está em promoção, e sai por R$ 29,50!

Ou seja, o cara paga mil dinheiros no Kindle, e ainda por cima tem que comprar e-books mais caros que as versões impressas, reconhecidamente mais caras de se produzir.

Algum tempo depois da notícia ter vazado, “corrigiram” o preço da versão do Kindle – entre aspas mesmo, afinal, estamos considerando que houve erro no preço inicial. Agora está R$ 19,99, um preço mais justo. Porém, ao lado do preço, consta um assustador “preço especial”. Se ele é temporário ou não, só o tempo dirá. De qualquer maneira, aproveite enquanto é tempo: nunca se sabe se hoje ou amanhã o preço da versão Kindle voltará ao patamar do da edição impressa…

relacionados


Comentários