Meio Bit » Baú » Internet » Um gadget para o Twitter. Lhe interessa?

Um gadget para o Twitter. Lhe interessa?

03/11/2009 às 23:28

Não é de hoje que a palavra que move (parte d)a indústria da telefonia móvel é convergência. Graças a essa palavrinha mágica, hoje temos smartphones que fazem jus ao nome que levam, são espertos o bastante para servirem de câmera fotográfica decente, filmadora, acesso móvel à Internet, PIM, video game, GPS… ufa, tanta coisa, incluindo fazer e receber ligações. Só faltou, mesmo, passar o cafezinho – e não duvido de que um dia eles serão capazes.

É fato que, em várias plataformas, o Twitter possui aplicativos que são tão bons quanto a interface web ou qualquer aplicativo para desktop com a mesma finalidade. Para ficar em apenas dois exemplos, temos o Tweetie, para iPhone, e o Gravity, para Symbian. Ambos são pagos, mas custam menos que um almoço reforçado. Mais que isso, ambos suprem, se não integralmente, perto disso, as necessidades dos twitters de plantão, o que é facilmente percebido através de dezenas, centenas de comentários elogiosos à dupla, vistos no próprio Twitter e em blogs – menos o preço cobrado na atualização do Tweetie, mas não divaguemos.

Nesse cenário onde cada vez menos gadgets fazem mais coisas, e fazem-nas bem, ainda há espaço para os específicos, “monotarefa”? A julgar pelo recente gadget da Wikipedia, e agora, pelo Twitter Peek, sim.

twitterpeek-20091103

Vamos lá: o Twitter Peek é um gadget com jeitão de smartphone, mas feito apenas para o Twitter. Nele é possível ver e enviar tweets e mensagens diretas, inclusive com uso de atalhos do teclado; seguir e deixar de seguir pessoas; visualizar imagens enviadas para o Twitpic, e… bom, é isso. É um gadget para o Twitter, nada mais, nada menos.

O produto é comercializado de duas maneiras, ou melhor, por dois preços. Pagando U$ 99,00, o consumidor tem direito a usá-lo, gratuitamente, por seis meses, e depois disso, caso queira continuar, paga uma mensalidade de U$ 7,95. Já na outra modalidade, o preço sobe para U$ 199,00, mas o uso é infinito, sem taxas, nem nada, para sempre. E com cobertura em todo o território americano.

Pode parecer meio absurdo um gadget com foco tão específico (ah, não dá para visualizar sites com ele), mas analistas acreditam que ele fará sucesso, por dois fatores: preço, afinal, por mais caro que seja, não há taxas adicionais, nem surpresas; e apelo entre os não geeks, que em geral não dispõem de um smartphone parrudo, ou se sim, de conhecimentos ou saco para instalar, atualizar e comprar aplicativos.

Disponível em duas cores, preta e azul-Twitter, com teclado QWERTY completo, bateria de longa duração (de 3 a 4 dias de uso initerrupto), e interface desenvolvida em conjunto com o staff do Twitter, mesmo com o entusiasmo dos analistas e blogs internacionais, é difícil dizer se o Twitter Peek vingará. Acho que se fosse um gadget nos mesmos moldes, mas para o orkut e comercializado no Brasil, minhas apostas em sucesso seriam maiores.

Fonte: Mashable.

relacionados


Comentários