Meio Bit » Baú » Games » Windows 7 - O Lançamento

Windows 7 - O Lançamento

03/11/2009 às 21:37

Após confirmar presença na última hora, raspei o cofrinho do MeioBit e fui para São Paulo, cobrir o lançamento do Windows 7. Comprovando o altíssimo nível da comunicação interna e a incomparável otimização de processos neste valoroso e entumecido órgão noticioso, descobri chegando em Guarulhos que Nick Ellis também estaria no evento.

Fui para Congonhas, e de lá pegamos um taxi para uma mansão no Morumbi, no melhor estilo casa de novela, a ponto de ter uma plaquinha indicando "Helenas", era o cômodo onde o Zé Mayer estava.

Na porta, este cidadão:

Tinhamos que dar a senha secreta. Como não sabíamos se era "mellon" ou "klaatu barada nikto" apontamos pro alto "alá um pinguim" e enquanto o segurança puxava a arma, entramos.


Lá dentro um ambiente informal, decorado com almofadas do Windows 7 (que misteriosamente sumiram, ao final do evento) um grupo de jornalistas e blogueiros já havia se acomodado. Para dar uma idéia da informalidade, o cidadão de camisa azul de costas, sentado ao lado da menina e batendo papo era Michel Levy, Presidente da Microsoft Brasil.

Fomos super-bem recebidos pela assessoria de imprensa e pelo pessoal do Marketing da Microsoft. Nos acomodamos em rodinhas e começou o famoso networking. Quem estava lá? Basicamente todo mundo, os suspeitos habituais, tanto blogs como veículos. Não é todo dia que a Microsoft lança um Windows 7, a última vez foi o XP, e isso é algo a se presenciar.

Recebemos o press kit, com toneladas de releases, uma cópia do Windows 7, um moleskin que causou inveja na mulherada (mulheres adoram moleskins, vá entender) e um chaveiro-pendrive. O chaveiro aliás é lindo, mas é quase impossível abrir para acessar o conector, é mais eficiente do que o Bitlocker pra proteger dados.

Ah sim, no kit veio também... um banquinho. Isso mesmo. Um banco dobrável com a logo do Windows 7. Alguns disseram que era pra esperar o boot, outros que era pra gente ir sentando aguardando os drivers. Eu achei que era pra esperar o Ano do Linux, mas na verdade era pra sentar mesmo.

A coletiva foi ao ar livre, com direito a apresentação de ninguém menos que ele, o Lex Luthor do humor brasileiro, o Ballmer que Não Developa, O Xerxes da Band, o 2o Maior Twiteiro do Brasil (segundo pesquisa do DataCardoso), Marcelo Tas

Prestigiando o evento, além da cúpula da Microsoft Brasil estava presente Darren Huston, VP corporativo C&O (Consumer & Online). Ele ressaltou o investimento que a empresa fez, ouvindo o que os usuários querem.

Pode parecer simples, mas não é. A gente que é heavy user (e se você lê o MeioBit É heavy user) vê o mundo de forma diferente. Da mesma forma que o freetard que dá consultoria pra mãe não entende que ela só "usa" o Linux porque ele está do lado dando o suporte, a maioria das pessoas usa o Windows sem entender os conceitos.

Eu já perdi a conta de ver gente anotando passo-a-passo "clique no botão tal, mantenha apertado, arraste..." o que era pra ser intuitivo só o é pra quem se dispõe a usar a intuição.

Dessa vez foram 8 milhões de usuários no programa beta, 16 mil entrevistas cara-a-cara, 40.000 horas de uso detalhadas, envolvendo 2600 usuários que toparam instalaram um programa de acompanhamento daqueles que juram que o Bill instala em todos os computadores.

Com esse programa foi identificado o hábito de uso de cada um, quantas janelas o sujeito mantém aberta, tipos de atividades, tempo médio gasto em caixas de diálogo e mais um monte de outras variáveis. Com isso foi possível otimizar onde as pessoas mais usam.

Um exemplo que sempre dou é a parte do Bluetooth. Pode parecer heresia (que Jobs me perdoe) mas o suporte do Windows 7 está melhor do que o do Mac. Pronto, falei.

Foi feita uma apresentação detalhando as várias versões do Windows 7:

  • Starter
  • Home Basic
  • Home Premium
  • Professional
  • Ultimate
  • Netbook

A última não ficou bem clara, parece que será uma versão com mais recursos que a starter mas limitada a um hardware básico. Não importa. Dessa papagaiada toda você só precisa da Home Premium, a menos que esteja em ambiente corporativo. Ah sim, notem que a Business foi substituída pela Professional.

Tivemos também demonstrações das estruturas de segurança do Windows 7, todas inúteis se o usuário quiser MESMO instalar o maldito joguinho ou ler a famigerada mensagem para receber o prêmio por ser o visitante 1.000.000 do site. Lembre-se, não dá pra proteger usuário de si mesmo.

Na parte de multimídia Galileu Vieira fez uma demonstração de como criar um filme em 7 segundos, no Windows Movie Maker. Meia-dúzia de cliques e arrastar de mouse, ele escolhe uma pasta de fotos, uma trilha sonora, um template e pronto. (na verdade levou uns 9s)

Eu sou viúva do Movie Maker, para muitas coisas prefiro o antigo ao iMovie, mas a Microsoft preferiu cometer a heresia de agradar a maioria do público, não a mim. O Novo Movie Maker é voltado para o vídeo casual, foi desenvolvido baseado em pesquisas de hábitos de criadores de vídeo do YouTube. Você sabe, poucos cortes, letreiros em Comic Sans. Esses adorarão a ferramenta.

Após as demonstrações tivemos a coletiva em si, onde esclareci a questão levantada pelo Hamad, o Gimli de Santa Cruz, irado pela ausência de versões upgrade do Windows 7. Isso merecerá um artigo isolado.

Também brincamos em um showroom onde vários fabricantes expuseram seus lançamentos, todos rodando Windows 7. Quem mais me impressionou? Positivo. Nada mal, pra quem fazia Computador do Milhão.

Lá mexemos em um desktop Positivo All-in-One multitouch onde eu e Nick Ellis disputamos a Partida do Século. De Jogo da Velha.

A coletiva terminou com blogueiros e jornalistas passando a mão nas almofadas do Windows 7, um táxi misterioso que nunca deu as caras e eu chegando correndo no Hotel, mal tendo tempo de ir para a Festa VIP.

No geral vi um pessoal MUITO satisfeito, o 7 é bem mais fácil de "vender", veremos se com isso o pessoal que não troca de computador desde 2001 desta vez mete a mão no bolso e compra uma máquina nova.

Para mais informações:

Set de fotos do Flickr

Twitter Windows
Blog do Windows para o Brasil
Facebook
MSN Videos
Twitter Microsoft

relacionados


Comentários