Meio Bit » Baú » Games » PlayerUnknown's Battlegrounds ganha data para chegar ao Xbox One

PlayerUnknown's Battlegrounds ganha data para chegar ao Xbox One

Brendan Greene marca a data para o lançamento do PlayerUnknown's Battlegrounds no Xbox One e diz não considerar a sua criação digna de levar o prêmio de Jogo do Ano. Concorda?

01/11/2017 às 8:31

pubg

Acabou o mistério. Depois de alguns meses prometendo o lançamento do PlayerUnknown's Battlegrounds para ainda este ano, Brendan Greene finalmente revelou quando o seu jogo chegará ao Xbox One: dia 12 de dezembro!

Publicado no console pela própria Microsoft, a empresa corria contra o tempo para que o PUBG fosse disponibilizado antes do natal e o motivo para isso era garantir a presença de um dos jogos mais bem sucedidos de 2017 e consequentemente aumentar as chances do console ter um bom desempenho nas festas de fim de ano.

Já tendo ultrapassado a marca de 17 milhões de cópias vendidas, a expectativa da Bluehole é de que o jogo se torne ainda mais popular ao chegar no videogame, sendo que no Xbox One X ele ainda ganhará suporte a HDR e resolução 4K. Porém, isso só acontecerá numa data ainda não especificada.

Confesso estar bastante curioso para saber se o jogo rodará bem no console e como será seu desempenho comercial por lá. Não é raro vermos títulos que se saem muito bem numa plataforma e não em outra, mas se fosse para apostar eu diria que o PUBG fará sucesso em qualquer lugar em que aparecer.

No entanto, mesmo com tantas cópias vendidas e sendo tão adorado por tanta gente, pelo menos para Brendan Greene o PUBG não é digno de vencer prêmios de Jogo do Ano. Ao ser questionado se um título vendido como em acesso antecipado poderia concorrer nesta categoria, o game designer disse:

Pessoalmente, não quero ganhar o prêmio de Jogo do Ano. Embora eu adoraria vencer pela equipe, acho que este ano tivemos jogos muito melhores,” afirmou ele citando o The Legend of Zelda: Breath of the Wild e o Horizon: Zero Dawn como “obras de arte do game design e da narrativa.

Estaria o sujeito apenas mostrando uma falsa modéstia? Pode até ser, mas concordo quando depois Greene diz não saber se o PUBG é digno de tal premiação. 2017 foi um ano espetacular para os games, com a leva de ótimos títulos sendo bem superior a dos anos anteriores e por mais que o PlayerUnknown's Battlegrounds seja muito legal, não dá pra competir com um Super Mario Odyssey, um Resident Evil VII, um Persona 5, um What Remains of Edith Finch ou os dois que ele citou. Acho que um prêmio de melhor Multiplayer estaria bom.

Fontes: Major Nelson e IGN.

relacionados


Comentários