Meio Bit » Arquivos » Fotografia » Pentax K-x Korejanaoriobo: edição esgotada

Pentax K-x Korejanaoriobo: edição esgotada

03/11/2009 às 10:40

Vocês lembram quando noticiamos aqui sobre o lançamento da edição limitada da Pentax K-x Korejanairobo? Muita gente achou esquisita a imensa salada de cores da nova câmera e, em minha opinião, a Pentax estava fazendo testes em um mercado que pode ser lucrativo, ou não, apostando em versões exclusivas e limitadas de suas câmeras. Foram fabricadas apenas 100 unidades dessa câmera e colocadas à venda no dia 1º de novembro na loja on-line da empresa ao preço de US$ 850,00.

A reação do consumidor foi muito positiva e a câmera se esgotou em 10 minutos, mostrando que existe gosto para qualquer coisa. Fora o fato das cores serem esquisitas, o equipamento vai ser um item de colecionador daqui alguns anos, isso se a Pentax ficar gananciosa e decidir fabricar mais unidades do brinquedo por conta do enorme sucesso. Mas, a experiência mostrou para a empresa que esse tipo de incursão pode ser lucrativa e não ficaria surpreso se outras versões bizarras começarem a pipocar no futuro.

Para quem não conhece, a Pentax K-x é equipada com um sensor CMOS fabricado pela Sony com 12.4 megapixels de resolução máxima. Segundo a empresa, esse novo sensor garante imagens mais limpas e baixo índice de ruído em situações de pouca iluminação. Fora isso, temos a velocidade máxima de obturador em 1/6000 (impressionante), sistema de limpeza no sensor, 11 pontos de autofocus, monitor LCD de 2,7 polegadas com 230 mil pixels, velocidade de 4,7 fotos por segundo no modo contínuo e capacidade de produzir filmes em alta definição (1280x720 pixels a 24 quadros por segundo). De forma geral, a K-x incorpora várias qualidades e funcionalidades que estavam presentes apenas na Pentax K-7, câmera mais incorpada produzida pela empresa. Entre essas funcionalidades, encontramos o True High Dynamic Range (HDR) onde a câmera captura três imagens da mesma cena e já executa a junção das cenas em uma única imagem. Muito útil não apenas para quem usa o HDR como arte, mas para o registro de cenas onde a fotometria correta é complicada.

pentax Korejanaoriobo

Fonte: Foto Actualidad

relacionados


Comentários