Meio Bit » Baú » Engenharia » Coréia do Sul teria desenvolvido bomba de grafite para destruir malha energética da Melhor Coréia

Coréia do Sul teria desenvolvido bomba de grafite para destruir malha energética da Melhor Coréia

Não vai haver guerra, mas isso não impede a Pior Coréia de se preparar, e uma das novidades é que parece terem desenvolvido munições de grafite, uma tecnologia que os EUA usaram na Guerra do Golfo para desabilitar a malha elétrica do Iraque. Será que serão bem-sucedidos provocando um apagão na Melhor Coréia? Será que precisam?

09/10/2017 às 20:52

blu-114

Nos bons e velhos tempos quando você queria acabar com a infraestrutura de uma cidade, você acabava com a cidade, Dresden que o diga. Hoje em dia todo mundo fica cheio de dedos, danos colaterais não são bem-vistos, e como resultado na 2ª Guerra do Golfo Bagdá ficou sem água por 3 dias, eu fiquei sem água por 15.

Armas são desenvolvidas para afetar a infraestrutura causando danos mínimos, algumas bombas sequer merecem esse título, como o caso da BLU-114/B. Desenvolvida para a Guerra do Golfo, o objetivo não é destruir a infraestrutura, mas danificá-la.

O truque é uma bomba que dispersa uma nuvem de filamentos de grafite extremamente leves, eles flutuam até as linhas de força não-isoladas e as colocam em curto. Isso queima transformadores, abre disjuntores e efetivamente deixa todo mundo no escuro. Na Guerra do Golfo 90% da malha elétrica do Iraque foi desabilitada assim. Usadas na Bósnia, a quantidade da rede fora do ar chegou a 70%.


jaglavaksoldier — BLU-114/B Graphite Filament Submunition

A tecnologia não é exportada, mas a Coréia do Sul desenvolveu por conta própria sua própria versão, dizem poder começar a construção a qualquer momento.

A capacidade é interessante, é bem útil poder aplicar um golpe incapacitante no inimigo que não deixe dano permanente. A grande questão é que isso é desnecessário. Basta olhar a Melhor Coréia durante a noite que a gente percebe que eles não tem malha elétrica suficiente pra ser destruída.

mapacoreia

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários