Meio Bit » Baú » Games » Captain Falcon poderia ter sido o mascote do Super NES

Captain Falcon poderia ter sido o mascote do Super NES

Designer responsável pelo F-Zero diz que o personagem Captain Falcon deveria ter se tornado o mascote do Super Nintendo e já pensou se esta ideia tivesse sido levada adiante?

02/10/2017 às 8:30

captain-falcon

Desde a semana passada alguns sortudos estão tendo a oportunidade de reviver diversos clássicos do Super Nintendo na miniatura lançada pela BigN e para ajudar na divulgação do videogame, a fabricante está publicando uma série de entrevistas muito interessantes no seu site.

Nelas os envolvidos na produção de alguns dos 21 títulos presentes na memória do SNES Classic Edition contam detalhes sobre os projetos, alguns segredos que só foram revelados mais de duas décadas após tais jogos terem aparecido no console original.

Entre as entrevistas que já foram divulgadas, me chamou a atenção aquela feita com o designer Takaya Imamura, o diretor Kazunobu Shimizu e o programador Yasunari Nishida, alguns dos principais nomes por trás do divertidíssimo F-Zero. Sem ter tanto apelo com um público mais novo como vemos com um The Legend of Zelda ou Super Metroid, isso poderei ter sido bem diferente caso uma ideia tivesse sido levada adiante.

O Captain Falcon originalmente era o mascote para o Super NES,revelou Imamura. “Mesmo a maioria das pessoas na Nintendo não sabem disso. Quando o desenvolvimento do F-Zero estava quase completo, eu estava fazendo várias ilustrações e alguém expressou o desejo de criar um mascote para o Super NES, com um nome tipo Capitão Alguma Coisa. Então comecei a pensar num personagem cujas cores combinassem com as do controle do Super Famicom, com vermelho, azul e amarelo.

Ainda segundo o artista, algo que contribuiu para o personagem se tornar o protagonista do F-Zero foi uma história em quadrinhos incluída no manual do jogo. Conforme explicou Takaya Imamura, a ideia era criar algo no estilo das revistas americanas e quando a divisão ocidental da Nintendo viu o material, gostou tanto que decidiu distribuí-lo com o jogo.

O curioso é que no game propriamente dito os personagens nem chegam a aparecer e outra revelação interessante feita pelo trio diz respeito às naves que pilotamos. Inicialmente elas teriam rodas, mas como elas faziam a taxa de atualização de frames cair bastante, a equipe optou por remove-las e criar veículos que flutuassem. E assim nasceu um estilo de jogo de corrida que foi copiado por várias outras empresas.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários