Meio Bit » Baú » Indústria » Oracle: não venderemos a divisão de Hardware e o Middleware é Rei

Oracle: não venderemos a divisão de Hardware e o Middleware é Rei

22/10/2009 às 10:46

Foi a mensagem enfática da empresa, como uma resposta ao que a IBM disse, que o negócio de hardware seria desfeito. Isso foi dito tantas vezes que brincamos assim: ok, já sabemos que você não irão vender a divisão de hardware, que mais?

E os que desejam a venda do MySQL, também podem tirar o cavalo da chuva. A Oracle quer tudo e tem um plano para isso. E o grande foco é o middleware, a cola entre as diversas camadas de aplicativos. O que de certa forma foi uma surpresa para mim, já que ainda tenho aquela imagem “da empresa de banco de dados”.

Mas fornecer apenas o conjunto de ferramentas para que se possa construir em cima não é o único objetivo da empresa. O Oracle Fusion Applications é uma arquitetura modular semelhante ao SAP, baseado em padrões e linguagens comuns, como o Java.

O lançamento está previsto para 2010 e essa demora, fala-se do produto desde 2007, deve-se provavelmente a característica dos clientes da empresa. Não se pode errar e depois corrigir ao longo de vários anos. Um cliente corporativo não vai arriscar ter os negócios parados por causa de falhas de software.

E é o que muitos de nós reclamamos da indústria de software: é preferível deixar o software amadurecer antes de lançá-lo incompleto, instável e congelar setores inteiros de uma empresa. O release early & often só funciona para certos tipos de projeto como o e-mail usado pela vovó.

A Oracle notou que o mercado de banco de dados simplesmente não oferecia mais oportunidades de crescimento que alavancaram a empresa desde os anos 90. Nenhum executivo confirmou isso, mas tudo leva a crer que os rumos da empresa mudaram para vender soluções, suítes. E apesar de concorrerem com a IBM no hardware, são parceiros nessa área, já que são fabricantes de software e não prestadores de serviço.

relacionados


Comentários