Meio Bit » Baú » Games » Koei Tecmo enfim “abandonará” o Dead or Alive 5

Koei Tecmo enfim “abandonará” o Dead or Alive 5

Depois de cinco anos lançando DLCs para o Dead or Alive 5 e com todo o conteúdo custando mais de R$ 2.200, a Koei Tecmo anunciou que enfim deixará de produzir conteúdo adicional para o Dead or Alive 5.

25/09/2017 às 13:02

dead-or-alive-5

Quando a Koei Tecmo lançou o Dead or Alive 5 lá em 2012, acho que nem os mais otimistas dentro da empresa esperavam que o jogo teria uma sobrevida tão longa. Desde então o título recebeu várias versões e revisões, incluindo aí um lançamento para o PlayStation Vita e o Dead or Alive 5 Ultimate Core Fighters, que funcionava como um jogo free-to-play.

Porém, o que realmente chamou a atenção durante esses cinco anos foi a quantidade de DLCs lançado para tais jogos. Na página no Steam podemos ver que seria necessário gastarmos mais de R$ 2.200 para adquirimos todos os conteúdos adicionais disponíveis para o título, com o detalhe de que no geral são apenas roupas para os personagens.

Com tantos DLCs tendo sido lançados, é de se imaginar que a Koei Tecmo tenha encontrado ali uma boa maneira de ganhar dinheiro, mas depois de tantos anos sangrando o jogo, o editora japonesa finalmente revelou que está na hora de dar o próximo passo. Quem falou sobre o assunto foi Yosuke Hayashi, que durante a Tokyo Game Show afirmou que o lançamento de DLCs para o jogo terminará ainda este ano. Segundo o produtor, com isso a equipe responsável pela franquia poderá focar no futuro e assim sua esperança é de que possamos ver um Dead or Alive 6 o quanto antes.

Como a produção de tal game nem foi anunciada oficialmente, é muito provável que ainda demore um bom tempo até que os fãs recebam o título, mas dado o suposto sucesso que a estratégia do estúdio alcançou, é quase certo que ele também deverá receber uma enxurrada de itens cosméticos para download.

Eu também não ficaria surpreso se a Koei Tecmo optasse por seguir o modelo de distribuição gratuita, afinal nos últimos dias o Core Fighters ultrapassou a marca de 10 milhões de downloads e para um jogo que eventualmente tentará potencializar seu lucro com microtransações, ser um free-to-play certamente o tornará muito mais acessível.

Se pensarmos bem, poucos estilos podem encaixar tão bem no modelo F2P quanto um jogo de luta, onde os jogadores teriam acesso apenas a alguns personagens e se quiserem liberar outros, precisariam pagar por eles. No caso do Dead or Alive 5 Ultimate Core Fighters, até o modo Story é vendido separadamente e devido ao conhecimento que a Koei Tecmo adquiriu com ele, um próximo lançamento nestes moldes poderia fazer ainda mais sucesso.

Fonte: Shoryuken.

relacionados


Comentários