Meio Bit » Baú » Games » Activision não queria guerra moderna em CoD4

Activision não queria guerra moderna em CoD4

07/10/2009 às 17:15

Quando o Call of Duty 4 foi anunciado, muitos soltaram fogos de alegria ao saber que não precisaríamos voltar à Segunda Guerra pela enésima vez. Após seu lançamento o jogo mostrou bastante inovação, apresentando ao jogador uma guerra atual e principalmente, com uma narrativa muito acima da média. Agora, prestes a lançar o Modern Warfare 2, o chefão da Infinity Ward, Vince Zampella fez uma revelação até certo ponto surpreendente sobre o jogo anterior.

De acordo com o sujeito, quando eles desenvolveram o CoD 2, a ideia já era deixar o conflito mundial de lado, porém a Activision queria outro jogo ambientado na Segunda Guerra e os convenceu prometendo alguns kits de desenvolvimentos para consoles. Como o estúdio queria passar a criar jogos para os videogames, acabaram aceitando a proposta.

O terceiro jogo ficou a cargo da Treyarch e para o desenvolvimento do quarto, a Activision trouxe de volta a sua parceira de longa data e adivinhem? O alto escalão da distribuidora queria que o jogador novamente matasse alguns nazistas. Foi então que a Infinity Ward bateu o pé e disse que pretendia levar a série a novos horizontes e bancou a criação do jogo, mesmo com a companhia de Bobby Kotick mostrando, através de pesquisas de mercado, que o consumidor não estava disposto a tal mudança.

Bom, o final dessa história vocês já sabem, a Infinity Ward acreditou no seu produto, o game agradou pelo menos 9 de cada 10 gamers e já vendeu mais de 14 milhões de cópias. Portanto, se você não aguenta mais invadir a Normandia ou saltar de pára-quedas sobra uma Europa devastada, agradeça aos produtores por não terem se curvado a quem tem o dinheiro no caixa.

dori_cod_06.10.09

[via CVG]

relacionados


Comentários