Meio Bit » Baú » Internet » Facebook lançou um clone do Moments na China e ninguém percebeu

Facebook lançou um clone do Moments na China e ninguém percebeu

Extraoficialmente o Facebook já voltou à China e ninguém percebeu. A rede social teria autorizado o lançamento de um app com o seu DNA impresso através de uma companhia local chamada Youge Internet Technology. O aplicativo em questão, chamado Colorful Ballons não seria nada senão uma versão mascarada do Moments.

15/08/2017 às 11:00

facebook-china

Uma rápida recapitulação: o Facebook foi banido da China em 2009, junto com uma série de outros serviços como Google, Twitter e uma cacetada de domínios da internet externa como forma de Pequim controlar a rede interna, monitorar tudo o que é veiculado e impedir que conteúdos de fora atravessem o Escudo Dourado, o firewall estatal.

Só que o Facebook quer voltar, Mark Zuckerberg vem ensaiando uma aproximação junto à China porque não dá para ignorar um mercado consumidor de 700 milhões de usuários conectados, e estaria inclusive desenvolvendo uma ferramenta de censura para o governo. O Google também ensaia um retorno e a Microsoft já joga conforme as regras, embora recentemente coisas estranhas tenham acontecido.

Só que extraoficialmente o Facebook já voltou à China e ninguém percebeu. Oficialmente nem o site e nenhum de seus apps pode ser distribuído ou funciona no país, mas a rede social teria autorizado o lançamento de um app com o seu DNA impresso através de uma companhia local chamada Youge Internet Technology. O aplicativo em questão, chamado Colorful Ballons não é nada senão uma versão mascarada do Moments, aquele app de compartilhamento inteligente de imagens com seus contatos.

Oficialmente não há nada que identifique oficialmente o app chinês como uma solução do Facebook, mas a semelhança é brutal. A rede social teria aprovado o lançamento do Colorful Baloons em maio, de modo a testar a receptividade do público chinês a seus produtos. O app utiliza o WeChat como opção de mensageiro instantâneo, já que não havia muito o que fazer.

colorful-ballons

colorful-baloons-001

Ao ser consultada sobre o Colorful Baloons o Facebook não confirmou nem negou o envolvimento, se limitando a dizer que estão “procurando entender o mercado local de diversas formas”. O clone do Moments seria uma dessas formas, sem falar que é uma forma de se fazer presente no país de forma indireta sem levantar suspeitas. E em se tratando do País do Kibe o app poderia muito bem se passar por uma cópia do Moments que ninguém iria perceber, como foi o caso.

Embora o Facebook esteja fazendo de tudo para voltar ao país pela porta da frente, tudo leva a crer que o governo chinês manterá o banimento de seus serviços e de outras redes sociais por tempo indeterminado; isso posto pode ser que Zuck acabe apelando para outras jogadas similares, de modo a se manter presente no País do Meio e fornecer seus serviços aos usuários locais. E coletar dados, claro.

Fonte: The New York Times.

relacionados


Comentários