Meio Bit » Baú » Games » Relembrando: Twisted Metal

Relembrando: Twisted Metal

28/09/2009 às 12:44

Em 1995 um estúdio pouco conhecido chamado SingleTac lançou para o Playstation um jogo que viria a se tornar um dos símbolos do console. Idealizado por ninguém menos que David Jaffe, o pai do Kratos, Twisted Metal era capaz de proporcionar inúmeras horas de diversão graças a inusitada (e interessante) mistura de jogo de corrida com ação.

dori_tm_09.9

Possuindo uma vasta seleção de 12 veículos, cada um deles possuía características diferentes entre sim, sendo alguns mais rápidos, outros mais resistentes e cabia ao jogador descobrir qual melhor se encaixava com seu estilo. Cada veículo possuía seu respectivo piloto, sendo que todos tinham um estilo visual muito chamativo, como um palhaço que dirigia um carro de sorvete ou um policial a bordo de sua viatura.

Como cada personagem contava com um enredo específico, a maioria dos jogadores procuravam terminar o jogo com cada um deles para entender sua história, o que consecutiva aumentava a vida útil e fazia com que pudéssemos compreender a jogabilidade de todos. Contudo, é inegável que o charme de Twisted Metal estava mesmo na sua parte multiplayer. Disputar partidas extremamente emocionante em uma das arenas contra outros jogadores era algo espetacular, muito graças ao belo desenhos dos mapas e o equilíbrio entre os veículos.

Assim como a maioria dos jogos em três dimensões do console, o tempo foi implacável com esse aqui, mas na época de seu lançamento os gráficos e principalmente a sensação de velocidade proporcionada eram capazes de nos fazer delirar frente a TV.

Guardadas as devidas proporções, com o Twisted Metal, a Sony e seu criador conseguiram disponibilizar uma espécie de Mario Kart mais voltado aos adultos e que conseguia prender a atenção até daqueles que não gostavam de jogos de corrida. Um jogo como poucos, que deu início a uma bem sucedida franquia e que cairia como uma luva em tempos de multiplayer online.

relacionados


Comentários