Meio Bit » Baú » Games » E3 2017 — conseguirá o Anthem ser a redenção da BioWare?

E3 2017 — conseguirá o Anthem ser a redenção da BioWare?

Com uma mecânica de jogo cooperativo online que lembra o Destiny e um visual de cair o queixo, o Anthem poder ser o jogo que todos os fãs de Mass Effect esperavam, mas não receberam com o Andromeda.

12/06/2017 às 18:01

anthem

Os últimos meses não foram fáceis para a BioWare. Após perder boa parte das pessoas que trabalharam na fundação e fortalecimento do estúdio, existia uma enorme expectativa sobre como ficaria o Mass Effect: Andromeda e pelo menos num primeiro momento, o resultado deixou muito a desejar.

Apesar da desenvolvedora ter prometido entregar várias atualizações para o RPG, a impressão inicial deixada por ele foi muito ruim, com as animações faciais e os bugs incomodando até os maiores fãs da franquia. Por todo esse contexto, muitos passaram a achar que a empresa nunca mais seria a mesma.

anthem_2

Durante a E3 a BioWare, apresentou ao mundo o seu novo jogo Anthem, e de cara já deu para ver que eles estão apostando pesado no título. Para começar, fomos apresentados a um personagem que se aproxima da tela e que claramente faz isso para percebermos o ótimo trabalho que o estúdio está realizando na animação facial.

Logo depois o protagonista se lança num enorme mundo aberto para nos mostrar o que poderá ser explorado, e novamente Anthem impressiona pela beleza visual. Repleto de monstros espalhados por uma densa floresta, o game sugere que poderemos tanto enfrentá-los quanto evitá-los, com a aventura acontecendo na terra, no ar e na água.

Outro detalhe importante é que no jogo teremos acesso a armaduras conhecidas como Javelins, e o melhor de tudo é que elas poderão personalizadas, assim teremos acesso a poderes sobre-humanos, podendo voar livremente pelos cenários ou passar longos períodos submersos, o que promete tornar tanto a exploração quanto a jogabilidade bem interessantes.

Para tornar tudo ainda mais promissor, Anthem terá um forte apelo às partidas cooperativas online, com sua mecânica aparentemente funcionando da mesma maneira que vimos em jogos como o The Division e Destiny. Eu sei que muitos podem não gostar desta abordagem, mas desde que o título funcione bem mesmo quando jogado sozinho, o que acontece nestes dois citados, acho uma ótima ideia.

Por fim, o grande problema aqui é que sabemos que é sempre bom desconfiar daquilo que é apresentado na E3, por isso não estranhemos se quando o Anthem for lançado no ano que vem para PC, Xbox One e PlayStation 4, ele acabe não sendo tão bonito quanto o que vimos ontem, nem tão divertido quanto promete. E se isso acontecer, a coisa poderá ficar bem feia para a BioWare.


Anthem Official Gameplay Reveal

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários