Meio Bit » Baú » Fotografia » Frankencamera - a primeira câmera Open-Source do mundo

Frankencamera - a primeira câmera Open-Source do mundo

10/09/2009 às 16:16

O que você acharia de pegar uma receita na internet de como montar sua câmera fotográfica? Você teria uma lista de materiais que poderiam ser encontrados em qualquer loja de peças e depois de montada seria necessário baixar o software de gerenciamento do equipamento. Depois de instalado, existiriam dezenas de aplicativos específicos para serem instalados via internet ou, se você entende de programação, seria possível criar seu próprio algoritmo para atividades específicas com sua câmera. Isso pode parecer coisa de maluco, mas como todas as grandes descobertas da tecnologia já existem malucos trabalhando nisso.

A Frankencamera já existe e está funcionando perfeitamente. O equipamento tem esse nome porque foi montado a partir de peças retiradas de outros equipamentos. Para se ter uma idéia, ela foi construída com uma placa mãe On-board da Texas, o processador de imagem foi retirado de um Nokia N95 e as lentes vieram de uma câmera velha da Canon. O sistema operacional que faz a geringonça funcionar é o Linux. Os responsáveis por essa experiência são pesquisadores da Universidade de Stanford, chefiados por Andrew Adams. As aplicações para esse tipo de trabalho são gigantescas. No texto de anúncio do equipamento, é citada a necessidade de alguns laboratórios de se fazer fotos de insetos ou plantas utilizando técnicas de HDR para garantir que todos os pixels sejam igualmente iluminados. Em equipamentos normais isso ainda não existe (embora já tenhamos comentado a idéia aqui no Meio Bit), mas é possível escrever um algoritmo de comando para a Frankencamera executar a tarefa.

Segundo os pesquisadores, eles esperam que em 01 ano o projeto esteja pronto para ser baixado por qualquer usuário. Agora é necessário tornar a montagem do equipamento uma tarefa mais didática, substituindo as partes de outros produtos por componentes que possam ser achados facilmente pelo consumidor. Pode apenas parecer um projeto de nerds, mas pode trazer implicações reais para o mundo da fotografia. Se forem pressionados, os fabricantes de câmeras fotográficas podem começar a abrir seus produtos para desenvolvedores particulares. Talvez, no futuro, eu possa comprar um software específico para minha câmera executar um tipo de foto específica (foto infravermelha???), assim como fazemos com os softwares de edição de imagem em nosso computador.

Frankencamera

fonte: Inovação Tecnológica

relacionados


Comentários