Meio Bit » Arquivos » Games » Para a Massive Entertainment, o The Division foi um sucesso

Para a Massive Entertainment, o The Division foi um sucesso

Diretor do estúdio que criou o The Division sai em defesa do jogo e diz que ele se tornou um enorme sucesso, algo muito maior do que esperavam.

25/05/2017 às 9:51

Ultimamente vimos muitos jogos sofrerem com lançamentos problemáticos e entre eles, um que esteve muito perto de sucumbir foi o The Division. Tomado por trapaceiros, o título da Ubisoft viu sua reputação cair vertiginosamente, fazendo com que muitos jogadores abandonassem o game poucas semanas após ele ter chegado às lojas.

A situação fez com que a editora corresse para tentar consertar a situação, lançado atualizações que mudaram bastante o jogo e reduzisse consideravelmente o número de pessoas que só sabem se divertir usando macetes. No entanto, um grande estrago já estava feito e para muitos, o The Division foi um enorme fracasso.

Mas e quanto ao pessoal da Massive Entertainment? Qual seria a opinião do estúdio em relação ao jogo que ajudaram a criar? Pois o diretor geral David Polfeldt o defendeu com unhas e dentes.

É uma marca enorme, uma marca monstruosa. E para ser sincero, ela se tornou muito maior e mais bem sucedida do que qualquer coisa pela qual esperávamos. Tínhamos grandes ambições, mas no fim o The Division tornou-se um dos mais bem sucedidos lançamentos em toda a indústria de games em 2016. E isso nos deu uma incrível plataforma para olharmos. O que podermos fazer com ela? O que podemos aprender com ela? Como podemos levá-la ao próximo nível?”

Polfeldt ainda agradeceu por ter tido a oportunidade de poder trabalhar numa franquia que se tornou tão grande e que possui tanto potencial, dando a entender que este não deverá ser o único The Division que veremos. Talvez eles até estejam guardando algo para ser anunciado na E3, mas acho pouco provável que uma sequência seja anunciada tão cedo.

Quanto a empolgação do executivo, talvez ele esteja apenas defendendo sua criação, o que seria natural, mas na minha opinião não é nem tanto ao céu, nem tanto à terra. É fato que o inicio do The Division foi complicado, que o jogo possui problemas sérios mesmo na sua estrutura, mas também acho que ele possui algumas ótimas qualidades e ideias que deveriam ser aproveitadas.

Por isso acho que a Ubisoft deveria investir numa continuação, onde o estúdio que ficar responsável por ela precisa aprender com o erros cometidos nesta estreia — como aconteceu com o Assassin’s Creed — e se isso acontecer, talvez o The Division se torne muito maior do que já é. E provavelmente até maior do que o Sr. David Polfeldt pensa que é.

Fonte: GameReactor.

relacionados


Comentários