Meio Bit » Baú » Internet » TechCrunch não vem ao Brasil - Reciprocidade is a bitch!

TechCrunch não vem ao Brasil - Reciprocidade is a bitch!

04/09/2009 às 0:51

Quanto tempo um reles mortal brasileiro demora para conseguir um visto americano de turismo sem o uso de “despachantes”? Uns 3-4 meses e ele ainda pode ser negado sem o motivo ser revelado e você obviamente perde o depósito de 131 dólares.

Uma autora do TechCrunch, Sarah Lacy, subiu nas tamancas porque o governo brasileiro deu uma pisadinha na bola em atrasar a entrega do visto para entrar no Brasil. Com isso, ela perdeu tempo e dinheiro, mas insistiu mesmo com o marido pedindo para ela não visitar um país assolado por violência e sequestros.

Resumo da ópera: ela tentou um visto de última hora, não conseguiu e acusou o governo brasileiro. Mudou a viagem para a China e talvez tente voltar aqui ano que vem.

Agora imagine que você comece a planejar sua viagem para a Disney, em Julho de 2010 e resolve “mexer” com o visto de entrada nos EUA em meados de Junho, umas 2 ou 3 semanas antes do embarque. Que tal? Pois foi o que a moça fez,deu com a cara na porta da burocracia, não gostou e resolveu reclamar com o mundo:

03-09-2009 19-26-02 Ela diz que para os negócios, é muito ruim, pois é mais complicado vir ao Brasil do que para a China. Mas o que ela esquece ou não sabe é que o governo brasileiro trata os cidadãos de outros países da mesma forma que os seus são tratados. Reciprocidade, palavra bonita que significa trato os seus como você trata os meus. Europeus tem muito mais facilidade de trânsito por aqui porque é uma via de mão dupla.

Eu sou um viajante e odeio burocracia, mas é um mal necessário, afinal, são as regras deles e devemos respeitá-las. Quem precisa de um visto, consulte o website da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. São vários passos, regras, formulários e taxas. O governo brasileiro faz o mesmo de volta. Um pouco mais estúpido, é verdade, o princípio vale para qualquer país. Lembram do imbróglio com a Espanha?

Eu sou o primeiro crítico dos entraves que jogam CONTRA os negócios e principalmente a área tecnológica. A Grande Imprensa faz pouco caso, o governo finge que dá apoio com programinhas limitados de estímulo da terceira maior indústria do mundo, Games. Comprar hardware é caro, custeio de empresas mais ainda, impostos são acachapantes, mas pombas, se vai passar meses viajando, planeje os vistos os mesmos meses de antecedência.

É claro que a história dos vistos atrasarem porque o governo mudou o sistema e fez tudo nas coxas é bem típico e sinceramente, acredito nela. E a regra número 1 para mitigar riscos é planejar e se organizar. Um dos comentaristas do TechCrunch apontou a falha da argumentação dela: estudou português por 4 meses, mas só resolveu mexer com a papelada burocrática em cima da hora? Epic Fail seu também, moça.

relacionados


Comentários