Meio Bit » Baú » Mobile » A Guerra dos Smartphones acabou e não me avisaram?

A Guerra dos Smartphones acabou e não me avisaram?

17/08/2009 às 9:58

Quando o iPhone surgiu o mundo mobile tomou uma sacudida que não via em anos. Até então smartphones eram brinquedos de nerds e Blackberries de executivos. Gente normal não tinha tais equipamentos. Com a Apple demonstrando que o mercado existia, só dependia de facilidade de uso (estou falando com você, OVI Store) a tendência seria a todo mundo ir atrás, lançando suas próprias lojas e aparelhos igualmente poderosos e simples.

Nisso vieram duas grandes promessas: Android e Palm. Android por ter o Google por trás. (sorry, freetards, no mundo real "Linux" é só um sistema operacional) Palm por ter um nome que era sinônimo de gadgets mobile.

Infelizmente o G1 vive uma situação de OLPC, é um projeto em andamento, e consumidores não querem isso. Eles querem algo que funcione e pronto. Mesmo a marca Google não convenceu, diante da experiência de uso do iPhone.

A Palm por sua vez com o Pre prometeu mundos e fundos, inclusive o que a Apple já havia tentado e desistido: Aplicações baseadas em web.

Os relatos de uso são unânimes: O Pre é excelente mas mais do mesmo.

O Windows Mobile não se fala. Um kernel excelente com uma interface horrenda. Fosse 5 anos atrás diria até que era o Linux. Imagino que a Microsoft vá mudar isso em algum tempo. Vendo como o Zune, desde o antigo tem uma interface decente, dá pra imaginar se não pensam em algo para o HD.

Nokias sofrem do Symbian, o Tiozão que paga as contas mas não vai muito longe no futuro. O Symbian é MUITO limitado em termos de interface e até mesmo termos de gerenciar uma interface decente em 1o plano. Eu Amo Symbian, mas suas limitações são claras

Para piorar lançam o N97, um hardware de sonho com um processador fraquíssimo, incapaz de lidar com ele. Hello? O Zune HD vai tocar filmes... HD, coisa que nem meu Mac consegue, e a Nokia enfia um processador de 434MHz e 128MB de RAM no seu modelo topo de linha?

a impressão que dá é que desistiram. A Apple lança seus modelos novos, a Research In Motion lança cada Blackberry lindo e poderoso que faz balançar até o corações dos Applemaníacos e e concorrência... finge.

Aparentemente ninguém quer disputar esse nicho dos smartphones top, e quem quer não tem competência, vide Palm. É uma pena, acabamos se não estagnados, em um ciclo lento. Ficou no mínimo vergonhoso aos outros fabricantes o primeiro aparelho a efetivamente desbancar o iPhone 3G ter sido o 3GS. E não, não acho que 2010 venha a ser o ano do Openmoko também.

relacionados


Comentários