Meio Bit » Baú » Games » Sega não desistirá dos hardcores no Wii

Sega não desistirá dos hardcores no Wii

14/08/2009 às 19:26

Imaginemos a seguinte situação: Você é presidente de uma grande companhia que recentemente lançou alguns jogos ditos hardcores para uma plataforma onde, teoricamente, não existe esse tipo de jogador. Os games não foram muito bem nas prateleiras, mesmo tendo sido bem aceito pela crítica. O que faria em relação a futuros lançamentos deste estilo? Cancelaria, certo? Errado, pelo menos se fosse Mike Hayes, presidente e COO da Sega.

Ao falar sobre as fracas vendas de MadWorld (270 mil unidades) e The Conduit (210 mil unidades), o executivo disse que considera o segundo jogo um sucesso, já que “enviaram 300 mil cópias às lojas, tendo vendido mais da metade delas, estando neste momento com um número constante de vendas, justamente em uma época em que o Wii teve uma diminuição nas vendas.”

Para reforçar o apoio da empresa em relação ao aparelho, Hayes afirmou ainda que “a Sega seria extremamente arrogante se tivesse um título que não vendeu bem em um videogame e pensasse que ‘este tipo de jogo não vende bem naquela plataforma.’

Gostei da declaração, mesmo achando que nenhuma empresa continuaria tomando prejuízo atrás de prejuízo, a opinião dele, mesmo que não sendo sincera, mostra que a Sega parece ter descido do pedestal e não acredita que um jogo venderá simplesmente por possuir sua logo na embalagem. Jogar a culpa das vendas na falta de consumidores é algo ridículo e até certo ponto covarde, basta lembrar de jogos como Okami ou Ico, lançados para um console com uma gigantesca base instalada, mas que comercialmente foram um fracasso.

dori_mw_14.08.09

[via Game | Life]

relacionados


Comentários