Meio Bit » Baú » Games » Não é fácil ser um retro gamer

Não é fácil ser um retro gamer

07/08/2009 às 12:20

Vez ou outra somos levados à velha discussão de que gráficos não são fundamentais, o que importa é a diversão. Mesmo concordando com a afirmação, tenho que admitir que sou um jogador apaixonado por belos gráficos. A sensação de ver o espetáculo visual proporcionado por títulos como Killzone 2 ou Gears of War é algo quase inenarrável e confesso ficar desanimado com alguns bons jogos que possuem uma péssima qualidade visual. Mesmo assim não abro mão de um bom conteúdo e tenho notado algo que me incomoda.

Há alguns dias comprei um Mega Drive e um Super Nintendo, muito motivado pela vontade de ter novamente os consoles que já possui e principalmente, para poder jogar alguns games antigos que tanto gostava. Ao comentar sobre as aquisições com alguns conhecidos, alguns deles me questionaram porque essa “maluquice”? Porque gastar dinheiro com aparelhos velhos, sendo que possuo os videogames da atual geração e que, segundo eles, a qualidade é incomparável.

Mesmo após tentar argumentar, foi obrigado a ouvir que por terem jogado num PS3 ou Xbox 360, nunca mais conseguiriam chegar perto dos gráficos de um Snes/Mega Drive, que os jogos chegam a beirar o ridículo perto de um Resident Evil 5, blá, blá, blá…

De fato, tecnologicamente os consoles atuais são impressionantes: som com mais de meia dúzia d canais, gráficos capazes de nos mostrar até os poros da pele de um jogador de futebol virtual, conexão com a internet, HD, física ultra-realista, mas e daí? O que esses “pequenos detalhes” querem dizer quando o que importa são os jogos e nesse aspecto, me desculpem a geração High-Definition, mas felizmente (ou infelizmente), há muito jogos das antigas que dão um show em mega-produções que custam milhões de dólares para serem produzidas.

Por favor, não quero começar outra guerra diversão x gráficos e sim tentar descobrir porque algumas pessoas possuem tanta resistência aos jogos velhinhos. Porque eu posso ter horas de diversão assistindo um Cidadão Kane, Psicose ou lendo um livro de Lewis Carroll, mas não posso deixar meu PS3/X360 desligado para saborear com calma as horas proporcionadas ao tentar salvar a pele de Conrad B. Hart?

dori_ret_07.09

relacionados


Comentários