Meio Bit » Baú » Games » Sob controle da Warner, Avalanche Software reabre

Sob controle da Warner, Avalanche Software reabre

Depois de ser dada como “morta”, a Avalanche Software reabre as portas sobre o controle da Warner Bros. e já anuncia estar trabalhando em uma adaptação do filme Carros 3.

25/01/2017 às 8:31

cars-3

O fechamento de uma desenvolvedora de games é algo que costuma ser bem triste. Projetos cancelados, profissionais mandados embora e acima de tudo, o possível fim de franquias que conquistaram alguns admiradores. Quando em maio do ano passado a Disney anunciou que estava deixando o mercado de games e encerrando as atividades da Avalanche Software, parecia que tudo isso aconteceria, mas agora sabemos que não era bem assim.

Provando que sempre existe esperança, a Warner Bros. revelou que o estúdio foi reaberto sob seu controle e para deixar a notícia ainda mais surpreendente, eles informaram que a equipe está desenvolvendo um jogo baseado no “assustador” filme Carros 3. Isso mesmo, aquele que está sendo criado pela Pixar (e consequentemente pela Disney).

Na opinião do vice-presidente de produtos da Casa do Mickey, Kyle Laughlin, será muito bom voltar a trabalhar com o pessoal da desenvolvedora, que agora será comandada por John Blackburn (ex-Disney Interactive Studios). Eles até adquiriam os direitos sobre a engine Octane, que havia sido o criada pela própria Avalanche e será utilizada para criar o novo jogo.

Ainda sem uma data prevista para ser lançado, foi dito apenas que a adaptação do Carros 3 deverá chegar a diversas plataformas e como de acordo com a Warner o anterior vendeu “vários milhões de cópias”, imagino que expectativa da editora esteja bem alta.

Porém, esse retorno da Avalanche Software (que não é a mesma Avalanche Studios da série Just Cause) não traz apenas motivos para celebrações, já que sua nova versão contará com cerca de 100 funcionários, enquanto que a antiga tinha aproximadamente 300. Portanto, nem todos conseguiram manter seus empregos.

O que muitos devem estar se perguntando no momento é se a Warner Bros. aproveitará a experiência do estúdio para lançar uma linha toy-to-life como o Disney Infinity. O certo no entanto é que a empresa engorda um pouco mais seu portfólio, que já contava com a Rocksteady Studios (série Batman: Arkham), a NetherRealm (séries Mortal Kombat e Injustice), a Monolith (Middle-earth: Shadow of Mordor e a série Condemned) e a TT Games (série Lego).

Fonte: Game Informer.

relacionados


Comentários