Meio Bit » Baú » Games » Grande. Agora máquinas ganham de nós no Poker também.

Grande. Agora máquinas ganham de nós no Poker também.

Foi-se mais um jogo dominado por humanos. Em um campeonato de Poker promovido por um casino um software desenvolvido por uma universidade americana está enfrentando pau-a-pau jogadores profissionais, e ganhando. Só vai nos restar mesmo o dominó…

16/01/2017 às 18:10

Xadrez, Go, Age of Empires, Tetris, Cubo Mágico, a quantidade de jogos que antes eram domínio de humanos e hoje computadores são imbatíveis só aumenta. Isso pros bons jogadores, eu NUNCA consegui vencer uma partida de xadrez na vida, mesmo contra o 1K ZX Chess, um programa de xadrez pro ZX81 que ocupava 672 bytes.

De todos os jogos o Poker vinha se mantendo fora do alcance das máquinas, exceto quando você é um jogador ruim demais. Meu caso, tentei de tudo para ganhar o Samantha Fox Strip Poker, acabei apelando e hackeei o programa, um dos motivos pelos quais aprendi Assembler no ZX Spectrum.

Aqui a tela final, na resolução e cores originais. Sim, o passado era um lixo, não queiram voltar pra lá.

Agora está rolando um torneio no casino Rivers em Pittsburgh, onde jogadores humanos estão enfrentando o Libratus, um software desenvolvido pelos nerds da Carnegie Mellon University. O torneio começou com os humanos sendo cotados em 5 pra 1 em relação ao software, mas ele já está na frente agora.

O prêmio é de US$ 200 mil, são 4 humanos contra um computador, que ano passado com uma versão mais primitiva do software, perdeu mas por pouco.

Ah sim, dá para acompanhar as partidas ao vivo, via Twitch.

A grande dificuldade é que além de depender muito de sorte, Poker tem um monte de variáveis ocultas, e parte do jogo — que o computador não consegue emular — é ler o adversário para detectar blefes. Uma inteligência artificial que consiga vencer nessas condições pode se dar muito bem em campo de batalha ou mercado de ações.

Fonte: Venture Beat.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários