Meio Bit » Arquivos » Games » A decisão acertada de cancelar o Doom 4

A decisão acertada de cancelar o Doom 4

Vice-presidente da Bethesda fala sobre a decisão acertada de cancelar a produção do Doom 4 e embora isso tenha sido dolorido para todos, hoje os fãs devem estar contentes por eles terem feito a aposta em um novo jogo.

10/01/2017 às 14:30

O cancelamento de um jogo costuma ser bastante lamentado pelas pessoas, ainda mais quando se trata de um novo capítulo para uma série de peso, mas e quando isso acaba resultando em outro título melhor e até mesmo na manutenção de uma boa imagem da editora/desenvolvedora?

Pois é nisso o que acredita Pete Hines, vice-presidente da Bethesda que hoje colhe os louros por a empresa ter decidido interromper a produção do Doom 4 e apostar na criação do reboot da série, que para muitos foi um dos melhores jogos lançado em 2016.

Com o Doom foi um ponto de inflexão em que chegamos quando olhamos e dissemos, ‘esse jogo não atingirá as marcas que precisamos atingir.’ E não foi apenas a Bethesda, foi a id chegando a nós e dizendo, ‘Não é que não seja um bom jogo ou um jogo ok, mas simplesmente não é um Doom. Afastou-se das coisas que pensamos sobre o que um Doom deve ser.’ E novamente, não é como se não estivéssemos felizes com isso! Nós essencialmente cancelamos o jogo. Foi o que fizemos. Cancelamos uma coisa em que as pessoas gastaram muito tempo trabalhando e em que gastamos muito dinheiro até aquele ponto e então cancelamos e basicamente começamos de novo.

Para o executivo, chegar a essa decisão foi algo muito doloroso, mas como eles estão numa empresa e o objetivo final é pagar o salário dos funcionários para que a máquina continue funcionando, ela teve que ser tomada. E com isso os envolvidos na produção foram capazes de entregar algo que não tivesse uma cara de Call of Duty.

Mas além de fazer com que a dignidade da franquia fosse mantida, essa aposta por parte da Bethesda também fez com que a empresa permanecesse como uma das mais respeitadas da indústria. Mesmo sendo produzido pela id Software, cedo ou tarde um Doom 4 medíocre seria associado a editora e quando isso acontecesse, ele ficaria para sempre como uma mancha no portfólio da empresa.

Esse caso também serve para entendermos o cancelamento do Prey 2, outro título que permaneceu em produção por bastante tempo, mas que em breve dará lugar a um reboot. Será que eles acertarão novamente?

Fonte: GamesRadar.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários