Meio Bit » Baú » Hardware » Veterano da Normandia revisita em Realidade Virtual uma cidade que ajudou a liberar

Veterano da Normandia revisita em Realidade Virtual uma cidade que ajudou a liberar

Levar veteranos de volta para lugares onde eles combateram não costuma ser recomendado, mas no caso de Frank Mouqué foi diferente. Graças à Realidade Virtual ele pode rever a cidade que ajudou a liberar na Segunda Guerra, e as pessoas que ajudou por lá.

06/01/2017 às 7:30

20170106swordjpg

O desembarque na Normandia, no dia 6/6/1944 foi a maior e mais complexa operação anfíbia da História. Envolveu 156 mil tropas aliadas, entre paraquedistas, mergulhadores, marinheiros e soldados. Um dos piores trabalhos eram dos sapadores, a ponta operacional dos batalhões de artilharia.

Enquanto outros soldados se protegiam dos tiros inimigos, sapadores corriam em direção ao fogo pesado para cortar cercas de arame farpado, identificar e desarmar minas e armadilhas. Um desses sapadores era um jovem londrino de 19 anos chamado Frank Mouqué.

Ele não só sobreviveu ao Dia D, usando sua expertise e seu treinamento para abrir caminhos seguros para seus companheiros como continuou na França durante todo o resto da campanha, quando ajudou a libertar do jugo nazista diversas cidades, incluindo Armentières, quase na fronteira da Bélgica.

Ao contrário de muitos de seus amigos, Frank sobreviveu ao combate, voltando para a Inglaterra com o fim da guerra, onde se casou e levou uma vida calma e feliz.

Hoje ele tem 91 anos, e mora no Hospital Real Chelsea, um prestigiado centro que abriga os Aposentados de Chelsea, veteranos de idade avançada. A tradição vem de 1692. Frank diz brincando que é a melhor casa de repouso do mundo.

Frank não tem mais saúde ou disposição para sair batendo perna por aí, então um pessoal resolveu que seria justo levar o mundo até ele, e foi o que a Mutiny Media fez. Entraram em contato com a prefeitura de Armentières, e filmaram com câmeras 3D de Realidade Virtual vários eventos em honra a ele.

Depois foi só apresentar a um herói do Século XX a tecnologia do Século 21:

20170106frank-headset-2

Ao contrário de millenials frescos Frank não passou mal nem ficou reclamando de framerate. Se impressionou com a imersão e, bem… veja você mesmo:


Twine - World War Two veteran uses VR for first time (Remembrance Day, 2016)

Fonte: Twine.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários