Meio Bit » Arquivos » Games » Nintendo Switch poderá ficar sem o Mass Effect Andromeda

Nintendo Switch poderá ficar sem o Mass Effect Andromeda

EA diz que não planeja lançar o Mass Effect Andromeda para o Nintendo Switch, mas se serve de consolo, um executivo da Epic Games revelou diversos títulos multiplataforma estão sendo desenvolvidos para o console com a sua engine.

04/01/2017 às 8:30

switch

Nos próximos dias a Nintendo revelará mais alguns detalhes do seu próximo console, mas uma coisa que já sabemos é que a Eelectronic Arts não parece muito empolgada em levar algumas das suas principais franquias para o videogame.

Quem fez essa revelação foi o produtor Michael Gamble, que ao ser questionado sobre a possibilidade do Mass Effect Andromeda ganhar uma versão para o Switch, deu a seguinte resposta:

Nesse exato momento, não. Não estamos planejando isso. Se o Switch for lançado e todo mundo falar incessantemente sobre o Mass Effect, quem sabe. Nós nunca queremos fechar uma porta como essa.

Outro aparelho que pelo menos por enquanto está descartado para receber uma versão do aguardado RPG é o Xbox Scorpio, mas que vale lembrar, rodará o jogo que será lançado para o Xbox One, mas sem as melhorias visuais que poderiam ser oferecidas pelo novo console da Microsoft.

Falando especificamente do Nintendo Switch, a EA não parece aberta a fazer a mesma aposta que fez com o Mass Effect 3, que foi um dos poucos jogos da empresa a receber uma versão para o Wii U, mas ao que tudo indica, nunca lhes deu o retorno que esperavam.

Ver essa incerteza estampada nas declarações de executivos de grandes editoras é algo sempre muito preocupante, mas se existe algo que serve para tranquilizar aqueles que estão de olho no Switch e que adorariam ter uma boa oferta de jogos multiplataforma, é o suporte prometido pela Epic Games com a sua Unreal Engine.

Recentemente o gerente da empresa no Japão, Takayuki Kawasaki, concedeu uma entrevista onde afirmou que diversos títulos em desenvolvimento para o console usarão a Unreal Engine 4, incluindo aí vários produzidos por estúdios japoneses. Embora uma lista não tenha sido divulgada, sabemos por exemplo que o Dragon Quest XI e Season of Heaven são alguns deles. Veja o interessante trailer desse último:

No fim das contas, o que acabará atraindo (ou não) mais estúdios para o Switch será o interesse do público pelo videogame. Resta saber se um grande número de pessoas colocará seu dinheiro em algo que a princípio não deverá receber alguns dos principais jogos do mercado.

Fonte: Nintendo Everything e IGN.

relacionados


Comentários