Meio Bit » Baú » Engenharia » “Especialistas” dizem que casamento com robôs será legal em 2050

“Especialistas” dizem que casamento com robôs será legal em 2050

Que nós vamos fazer sexo com robôs é um fato, e nem falo (só) dos industriais, mas agora futurólogos estão prevendo que em 2050 não só estaremos transando com eles, como também estaremos nos casando com robôs. Eu heim!

25/12/2016 às 19:36

vlcsnap-00002

Futurólogos cumprem duas funções: a mais importante, prover pauta para blogueiros preguiçosos em dias quase mortos. A outra é imaginar cenários hipotéticos de futuros distantes. É tipo um autor de ficção científica que se leva a sério demais.

Como David Levy, que apresentou uma palestra na Universidade Goldsmith, em Londres, com o título Amor e Sexo com Robôs. Ele propõe que em 50 anos já teremos ultrapassado a fase de usar robôs como brinquedos sexuais. Diz ele que a Inteligência Artificial estará tão avançada que robôs serão capazes de corresponder a nossos sentimentos.

vlcsnap-00003

Adrian Cheok, que ensina computação na City University também em Londres concorda, e usa o argumento mais surreal possível: diz que 35 anos atrás as pessoas também viam casamento gay como algo absurdo. O que ele não comenta é que os opositores ao casamento gay por mais contra que fossem, concordavam com o conceito básico de que gays, por mais pervertidos e degenerados que fossem em sua visão, ainda eram seres humanos.

Nós avançamos muito em termos de igualdade de direitos, antes ilegal hoje somente os mais nojentos racistas conseguem ser contra casamento inter-racial, por exemplo.

vlcsnap-00003

Só que para robôs chegarem nesse ponto precisam de muito mais que parecer humanos. A Inteligência Artificial precisa chegar ao ponto de simular ou emular consciência, algo que nós não temos a menor idéia de como fazer e alguns, como Penrose e Nicolelis dizem ser francamente impossível.

Um robô assim ou seria um escravo, o que fatalmente levaria à Skynet, ou seria uma Pessoa Legal Não-Humana, com todos os seus direitos respeitados. Casar seria o menor dos detalhes.

Mais complicado é assumir que uma inteligência artificial VAI desenvolver sentimentos, e não ser uma entidade de pura lógica. É mais provável que uma IA trabalhe 100% racionalmente, em vez de depender de instintos que só existem por causa da nossa Evolução conturbada.

E convenhamos, que graça teria se relacionar com um ser que é pura lógica?

female-vulcan-cosplay

Ok talvez não seja tão ruim assim…

Fonte: Quartz.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários