Meio Bit » Baú » Games » Você investiria na criação de um jogo?

Você investiria na criação de um jogo?

21/07/2009 às 21:45

Gabe Newell está no comando de uma das mais invejadas produtoras da atualidade. A Valve é conhecida por criar jogos de ótima qualidade e por estar sempre tentando se diferenciar das outras empresas do ramo. Em uma dessas tentativas, nasceu o Steam, serviço de distribuição digital que sem a menor sombra de dúvida popularizou a venda de games pela internet.

Ao participar do programa Good Game exibido pelo canal ABC, Newell falou um pouco sobre as dificuldades de se conseguir dinheiro para a criação de jogos e como esses valores estão aumentando exponencialmente, ele deu uma sugestão no mínimo… interessante. Segundo o executivo, é provável que em breve os próprios jogadores financiem o desenvolvimento dos jogos.

dori_tio_21.07.09 A ideia é que as pessoas possam decidir quais games parecem promissores, invistam uma certa quantia na criação, para depois, além de ganhar uma cópia do game, ainda tenham um retorno financeiro no caso do título ir bem nas vendas. O conceito garantiria que a comunidade pudesse decidir alguns detalhes do jogo, já que essas pessoas também seriam investidores.

Embora tenha achado o conceito um pouco bizarro no início, após pensar sobre ele um pouco a coisa toda fez sentido. Imaginemos aquelas produtoras independentes, formadas por poucos funcionários mas com um grande projeto nas mãos. Quando os jogadores percebessem o potencial, colocariam seu dinheiro nele e esperariam os frutos.

É difícil saber se esse método irá para frente, mas podemos estar diante de uma nova revolução. Uma época que além de jogar, poderemos ganhar dinheiro com os videogames, bastando apenas ter um bom faro para investimentos. Se existe pessoas que aplicam seu dinheiro em ações, fundos de investimentos e até jogadores de futebol, porque não poderia ocorrer o mesmo com os videogames?

[via Big Download]

relacionados


Comentários