Meio Bit » Arquivos » Miscelâneas » Projeto TUVA - Microsoft acende uma vela na escuridão

Projeto TUVA - Microsoft acende uma vela na escuridão

15/07/2009 às 17:36

Em um mundo onde fundamentalistas usam a Internet para dizer que Ciência não serve para nada e é coisa do Demônio, onde a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro tem CONTRATOS com a Fundação Cacique Cobra Coral, que diz controlar o clima e evitar chuvas torrenciais, onde todo jornal tem coluna de astrologia mas nenhum de astronomia, qualquer tentativa de divulgação científica é boa, mas o TUVA é Tudo de bom.

O projeto começou 20 anos atrás quando Bill Gates como bom nerd passava férias na casa de amigos, assistindo filmes. No caso palestras do Dr Richard Feynman (esse não é honorário), laureado com o Nobel e um dos papas da Teoria Quântica. Nas palestras o Dr Feynman explica conceitos básicos de física, com uma didática e clareza que demonstra porque ele é um dos divulgadores científicos mais populares até hoje.

Foram 20 anos esperando uma tecnologia de distribuição, arregimentando direitos autorais até que a série de palestras produzida pela BBC estivesse nas mãos de Bill Gates, que pagou do próprio bolso por elas.

Feito isso, a Microsoft Research desenvolveu uma plataforma de "aula interativa", com direito a comentários de especialistas, ferramentas para anotações, conteúdo extra, etc, etc. Isso, mais as palestras, é o Projeto TUVA:

São pelo menos 6 horas de apresentações do Dr Feynman, detalhando conceitos científicos fundamentais. Não veja, a menos que tenha 6 horas para investir nisso, pois em 1964, bem antes de Cosmos e dos visuais maravilhosos do Discovery ele já conseguia dar uma aula de prender a atenção de qualquer criatura com o mais remoto interesse por ciência.

Caso tenho o tempo, o link do projeto é este aqui.

relacionados


Comentários