Meio Bit » Baú » Internet » Jovens NÃO usam o Twitter

Jovens NÃO usam o Twitter

14/07/2009 às 2:24

[Olá pessoal, essa é minha estréia no Meio Bit. Alguns talvez me conheçam do WinAjuda e/ou do Campo Minado, onde continuo a escrever. Aqui no Meio Bit, meus posts serão, basicamente, sobre web. Então, chega de enrolação, e vamos ao primeiro!]

twitter-logo-small1 Um relatório do banco de investimentos Morgan Stanley, na realidade um relato de Matthew Robson, adolescente de 15 anos e 7 meses que faz estágio na instituição, analisa como os jovens consomem mídia atualmente. Há muita coisa interessante, como a informação de que eles não ouvem rádio, ou a de que eles não compram música, ou ainda a de que eles freqüentam o cinema. Mas talvez a que mais chame a atenção é a de que eles, os jovens, não usam o Twitter , febre do momento e uma das manias mais avassaladoras dos últimos anos na internet.

A conclusão do relatório (leia-o na íntegra no final do post, em inglês) no que se refere ao Twitter bate com dados da comScore. Durante o mês de junho, só 11,3% dos visitantes do microblog nos Estados Unidos tinha entre 12 e 17 anos. No mundo, o número de usuários com menos de 18 anos é ainda menor: apenas 4,4% (em maio).

Mas afinal, qual a justificativa para essa aversão à febre do momento? O próprio Robson explica. Ele diz que, ao contrário de Facebook e MySpace, o Twitter é mais “frio”, já que eles (os jovens) têm a sensação de que ninguém lê o que escrevem. Além disso, é preciso gastar dinheiro para atualizar o Twitter via SMS, e nesses casos, a maioria prefere enviar mensagens para amigos do que para o serviço de microblog. Por outro lado, sites como o Facebook, que segundo Robson, é extremamente popular entre os da sua idade, são melhores por permitem acompanhar os amigos de várias formas, além de possuir um feedback mais tangível.

Nos comentários de um post no TechCrunch, fonte desta nota, comentaristas alegam que o real motivo dessa aversão ao Twitter é o desinteresse dos adolescentes por notícias e informações e contatos profissionais. Pode ser que sim. Mas a verdade é que, mesmo com o “boom” do Twitter e matéria no Fantástico, aparentemente ele ainda permanece, junto ao grande público, como algo mainstream.

How Teenagers Consume Media

relacionados


Comentários