Meio Bit » Arquivos » Mobile » Google Play Store vai remover apps com reviews falsos e números inflados

Google Play Store vai remover apps com reviews falsos e números inflados

Sai pra lá espertões: a Google Play Store vai começar a filtrar reviews falsos e instalações fraudulentas de apps do Android; quem abusar pode até ser expulso da lojinha.

01/11/2016 às 9:31

google-play-store

Não é novidade para ninguém que por muito tempo a Google Play Store foi a Casa de Irene. A lojinha do Android possuía critérios de avaliação muito frouxos, permitindo que praticamente qualquer aplicativo fosse disponibilizado. Hoje as coisas já estão bem mais organizadas mas ainda não é o cenário ideal: o pr0n foi devidamente chutado mas apps de emuladores (algo que você não encontra na App Store da Apple) ainda fazem a festa (o Google já prometeu no entanto removê-los num futuro próximo).

Outro problema que a Play Store enfrenta são os espertinhos que fraudam o sistema de avaliação da loja, sejam com reviews falsos ou instalações fraudulentas, de modo a inflar os números e fazer com que aplicativos duvidosos (na maioria cópias perigosas das versões legítimas) subam nos ranks e recebam destaque no mecanismo de busca, o que gera dores de cabeça aos usuários mais desatentos.

Pois bem, o Google está endurecendo as regras para dar um jeito nesses espertinhos. Ao atualizar as políticas de desenvolvedor da Play Store a companhia estabeleceu regras bem rígidas para o que pode e o que não pode ser publicado. Basicamente nada de conteúdo impróprio ou violento será aceito, e mesmo apps que façam referência ao uso de drogas de modo educacional, documental, científico ou artístico (na sigla, EDSA) devem seguir uma série de restrições.

Na ocasião o Google também anunciou que estava aprimorando o sistema de detecção de fraudes da Play Store, e numa recente postagem mais detalhes foram dados; apps que tentarem driblar o sistema de classificação para aparecer em destaque nas buscas com instalações e comentários falsos ou classificações incentivadas serão filtrados e deixarão de aparecer nos resultados. Quem insistir nessas práticas corre o risco de até mesmo ter seu app chutado para fora da lojinha.

O Google alerta que os desenvolvedores que se comportarem não serão prejudicados, ao mesmo tempo em que recomenda evitarem agências e terceiros que prometem promover seus apps na Play Store por vias duvidosas. Tudo o que for considerado fraude vai cair no filtro e no final quem sai perdendo é o dev. Já o usuário terá uma loja mais segura, com resultados de busca legítimos e sem apps de espertinhos que tentam aparecer a todo custo pipocando entre os primeiros resultados.

O próximo passo é a prometida faxina na Play Store, mas ela ainda vai demorar um pouco a ser realizada.

Fonte: Android Developers Blog.

relacionados


Comentários