Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Resolvido o problema de vertigem em Realidade Virtual

Resolvido o problema de vertigem em Realidade Virtual

Resolvido o problema de vertigem e náusea em Realidade Virtual? Talvez, mas a proposta de usar RV em uma montanha-russa é tão legal que vale se oferecer como cobaia para o experimento!

31/10/2016 às 21:11

saul-bass-1958-vertigo-special-movie-poster

Para algumas pessoas um problema quase insolúvel de realidade virtual é a vertigem. O cérebro fica desorientado, por receber sinais conflitantes. Sabe quando você está no ônibus, olha para o busão do lado, ele começa a se mover e só adiante você percebe que o seu foi o que andou?

É a mesma coisa, multiplicada por mil. Seus olhos dizem que você está se movendo, mas o resto do corpo não concorda. Para alguns, não dá nada. Para outros dá náusea, e em alguns casos você acaba como este pateta aqui:


Arod TheGamer — Guy Faceplants From Virtual Reality [ORIGINAL VIDEO]

Uma solução interessante é você se mover acompanhando o movimento visto por seus olhos, mas convenhamos pra isso você precisaria de um Holodeck e quantos cômodos têm a casa da Katy Perry e suas oito irmãs gêmeas?

Um teste dessa teoria de que o enjôo não existe se o movimento acompanha está sendo feita no Six Flags America, em Maryland na montanha-russa do Superman (uma delas).

A idéia é simples: sincronizam um vídeo em VR, visualizado em um Galaxy Gear, então seu corpo transmitirá ao cérebro todos os sinais compatíveis e em sincronia com o que seus olhos estão vendo.

Imagine um daqueles passeios tipo Back to the Future da Universal, com muito mais imersão.

Diz o cidadão do Verge que é muito mais aterrorizante que qualquer montanha-russa comum. No bom sentido, é claro.

Fonte: The Verge, dica do BQEG.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários